Ministério Público denuncia nove por fraudes em financiamentos do Banco do Brasil no ES

Geral

Ministério Público denuncia nove por fraudes em financiamentos do Banco do Brasil no ES

Crimes foram apurados durante a operação “Jogo Sujo", deflagrada no último dia 18. Objetivo foi apurar lavagem de dinheiro, estelionato e crime organizado

Nove pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público do Espírito Santo (MPES) por estelionato, falsificação de documento público, ocultação de bens, entre outros crimes. Segundo o MPES, o grupo atuava em fraudes de financiamentos rurais com o Banco do Brasil em Boa Esperança, no noroeste do Estado. 

Os crimes foram apurados durante a operação “Jogo Sujo", deflagrada no último dia 18, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco-Norte), Polícia Civil e Polícia Militar, nos municípios de Boa Esperança e Aracruz.

O MPES requereu o pagamento de multa para a reparação dos danos causados, no valor de R$ 500 mil para cada denunciado. Também pediu a conversão da prisão temporária em prisão preventiva de cinco denunciados, como mecanismo de garantia da ordem pública, e a suspensão do exercício de função pública de vereador de um dos denunciados. A Justiça já deferiu o pedido de prisão preventiva para cinco denunciados.

O objetivo da Operação “Jogo Sujo” foi apurar crimes de lavagem de dinheiro, estelionato e crime organizado praticados por um grupo que atuava para fraudar empréstimos com o Banco do Brasil. Um dos alvos foi uma funcionária do Banco do Brasil de Aracruz, que trabalhava na agência de Boa Esperança e recentemente foi transferida. Um vereador e um ex-candidato a prefeito foram identificados como integrantes da quadrilha.