Presidente do Usbequistão promete ajuda para investigar ataque em Nova York

Geral

Presidente do Usbequistão promete ajuda para investigar ataque em Nova York

Redação Folha Vitória

Washington - O presidente do Usbequistão, Shavkat Mirziyoyev, prometeu nesta quarta-feira ajudar os EUA a investigar o ataque terrorista em Nova York que ontem deixou oito pessoas mortas e outras 11 gravemente feridas.

Em comunicado ao presidente dos EUA, Donald Trump, Mirziyoyev condenou o "crime implacável e extremamente cruel" e afirmou que seu país está preparado para "usar todas as forças e meios necessários para auxiliar na investigação do ato terrorista".

O suposto autor do ataque foi identificado como Sayfullo Saipov, um homem de 29 anos residente em Tampa (Flórida) que é original do Usbequistão. Saipov está detido em um hospital, depois de ter sido baleado no abdômen por um policial, segundo autoridades.

Mirziyoyev tornou-se presidente da ex-república soviética em 2016, após a morte de Islam Karimov, que ocupou a presidência por mais de um quarto de século.

O Usbequistão faz fronteira com o Afeganistão e já serviu de base para soldados dos EUA lançarem operações militares no país vizinho, na esteira do ataque de 11 de setembro de 2001. Fonte: Dow Jones Newswires.