• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Com risco de deslizamento, encosta é interditada e família precisa sair de casa

CHUVA NO ESPÍRITO SANTO

Geral

Com risco de deslizamento, encosta é interditada e família precisa sair de casa

O imóvel fica no topo do barranco, localizado no bairro Alecrim, em Vila Velha. Toda a área precisou ser isolada por tempo indeterminado

Foto: TV Vitória
Encosta precisou ser isolada por tempo indeterminado, segundo a Defesa Civil de Vila Velha

Uma família foi retirada de uma encosta no bairro Alecrim, em Vila Velha, onde, segundo a Defesa Civil, há risco de ocorrer novos deslizamentos caso volte a chover. Toda a área precisou ser isolada por tempo indeterminado.

Acompanhe a cobertura completa do Folha Vitória sobre a chuva no ES. 

O imóvel, que fica no topo da encosta, foi interditado na terça-feira (26). Nele vivem sete pessoas, que foram notificadas e orientadas a deixar o local por causa da possibilidade do terreno ceder.

"A Assistência Social já esteve aqui, a Secretaria de Ação Social também já está ciente do problema, para ver o que tem que fazer com essa família. Outras famílias lá de cima, que não estão muito na beira da encosta e não têm um risco imediato, foram notificadas, em períodos de grande chuva, a também sair das moradias", afirmou o assessor adjunto da Defesa Civil de Vila Velha, Augusto Bandeira.

Nesta quarta-feira (27), uma equipe do Corpo de Bombeiros esteve na encosta e, com uma motosserra, militares cortaram diversos troncos e galhos de árvores. Segundo Bandeira, a situação representa risco para os moradores da região, já que, com a aproximação de um novo período de chuvas, as árvores funcionam como uma espécie de alavanca, pressionando o barranco para baixo e aumentando as chances de um deslizamento ocorrer.

"Primeiro [é preciso] tirar o peso da encosta, tirar árvores que pesam mais a encosta. Tem tendência de ter mais chuva, inclusive em todo o verão. Umas chuvas que podem ser parecidas com essas últimas que nós tivemos. A encosta está cedendo. Aqui teve uma ação do homem e agora, com a água, aumenta esse problema todo", explicou.

De acordo com a Defesa Civil municipal, desde o ano passado a prefeitura realiza o mapeamento das encostas de Vila Velha. No entanto, uma data para o início das obras de contenção ainda não foi definida.

Na tarde desta quarta, outras três casas que foram interditadas, nos bairros Rio Marinho e Ilha dos Aires, durante os fortes temporais que castigaram todo o estado na última semana, passaram por nova vistoria.

"Muitas famílias a gente teve que tirar das moradias porque, num primeiro momento, a gente tira as pessoas do risco. Primeiro salvar as pessoas, depois a gente cuida das coisas. Agora a gente está voltando a um período mais seco, para ver se elas podem retornar", frisou o assessor da Defesa Civil.