Geral

Praça do Povo: solidariedade, alegria e esperança resumem histórias contadas em outubro

A solidariedade já se tornou uma marca registrada do quadro comandado pela jornalista Talita Carvalho

Foto: TV Vitória

A missão da Praça do Povo vai muito além de levar alegria e entretenimento ao programa Balanço Geral, da TV Vitória / Record TV. A solidariedade já se tornou uma marca registrada do quadro comandado pela jornalista Talita Carvalho.

O mês de outubro foi repleto de histórias marcantes e com finais felizes. Para encerrar o mês, por exemplo, umas das histórias foi da pequena Ranieli, de 1 ano e 6 meses, que tem um tumor benigno na boca. Para fazer a cirurgia para a retirada, é preciso a realização dos exames de ultrassom na boca e ressonância magnética na cabeça.

Segundo a mãe da criança, a informação que ela recebeu na unidade de saúde é que os exames necessários não são fornecidos pelo sistema público de saúde e pode ser feito somente a partir dos 12 anos de idade. 

A mãe tem receio de que ela sofra bulling dos coleguinhas, quando for para a escola. Outro receio é que ela caia e se machuque, piorando a situação. Ela ainda contou que muitas pessoas questionam se a criança é agredida, mas ela já está cansada de explicar que se trata de um angioma.

A dermatologista Ana Flavia Mol, procurada pela equipe da Praça do Povo, explicou que se trata de um tumor benigno, que tem tratamento, mas pode interferir na alimentação e na fala da criança. Por vídeo, a dermatologista informou que a ultrason da Ranieli seria doada por ela e já marcou até a data do exame. Uma consulta no Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória também já está agendada e ela passará por avaliação médica para saber se pode passar por cirurgias.

Outubro também trouxe outras histórias emocionantes que, graças a solidariedade dos amigos e espectadores, resultaram em doações e muita alegria para cada personagem. Relembre:

Dia das Crianças mais especial!

Foto: Reprodução/TV Vitória

Por ocasião do Dia das Crianças, a Praça do Povo contou a história da família do vidraceiro Emerson Reis, morto por dois seguranças, em outubro do ano passado, em um hospital de Vitória. O homicídio ocorreu no dia 12 de outubro de 2018.

Graziela Afonso dos Reis, esposa da vítima, é mãe de quatro filhos. Arthur Gabriel Nunes dos Reis, de 17 anos; Giovana Nunes dos Reis, de 12 anos; Alice Nunces dos Reis, de 8 anos e Lucas Gabriel Nunes dos Reis, de 5 anos, perderam o pai bem cedo e dizem sentir falta dos momentos carinhosos e engraçados com ele.

Para proporcionar um pouco de conforto à família neste momento difícil, a Praça do Povo foi à procura de um dia especial para a mãe e os quatro pequenos conseguirem afastar as lembranças ruins e passarem um Dia das Crianças mais leve e prazeroso. Por meio de um vídeo, o gerente comercial do Acquamania, Miguel Cássio Gonçalves, presenteou a família com um dia especial junto com a no parque aquático, com direito a café da manhã no hotel, almoço no restaurante e várias atrações.

Empreendedorismo

Foto: Divulgação

Outra personagem do mês foi a dona de casa Islane Mara do Nascimento, que estava desempregada e sonhava em trabalhar com a venda de lanches e marmitas. A equipe do Praça do Povo foi até a casa dela para saber um pouco mais desse desejo. Sem emprego, ela realizava alguns "bicos" para sobreviver, como a venda de bolos e doces, além da realização de alisamento em cabelos e pintura em unhas de algumas clientes esporádicas.

Na Praça do Povo, ela foi surpreendida quando um espectador a presenteou com uma chapa industrial para realização de lanches, carnes e petiscos. Com isso, ela agora pode desenvolver ainda mais a produção de alimentos e realizar o sonho de vender comida "para fora".

Móveis novos e mais conforto

Foto: Reprodução TV Vitória

Ainda neste mês, a 'Praça' mostrou a história da Thamara, moradora do bairro Piedade, em Vitória. Na casa, ela mora com o marido, um filho e a mãe, que está debilitada por conta de um acidente. Para completar, ela está grávida. A família não tem geladeira em casa, o que dificulta na hora de conservar as comidas. Por isso, eles praticamente não comem carne. Para agravar ainda mais este cenário, Thamara e o marido estão desempregados. O casal sofre com a falta de coisas básicas em casa. O casal divide uma cama de solteiro, onde o filho também dorme. No local, ainda faltam armários e o fogão da casa funciona em apenas uma boca.

Como sempre, os telespectadores e amigos da TV Vitória mostraram que a solidariedade é marca registrada do capixaba. Uma lista com o nome de muitas pessoas foi mostrada pela apresentadora. Todas com o mesmo intuito: ajudar. Teve quem se disponibilizou para doar os armários que Thamara tanto precisava, quem doou travesseiros, beliche, berço, guarda-roupa, geladeira e fogão. Para completar, mesmo ainda na barriga da mamãe, o bebê, que está para chegar, também ganhou várias roupas.

Pontos moeda