Covid-19: Vitória, Cariacica e Viana voltam para o risco moderado a partir de segunda-feira

Geral

Covid-19: Vitória, Cariacica e Viana voltam para o risco moderado a partir de segunda-feira

Além dessas cidades, Ecoporanga e Barra de São Francisco, no noroeste, estarão no risco moderado. Os outros 73 municípios capixabas estarão no risco baixo

Foto: TV Vitória

Três municípios da Grande Vitória voltarão ao risco moderado para o novo coronavírus a partir da semana que vem. De acordo com o Mapa de Risco divulgado nesta sexta-feira (20) pelo governo do Estado, Vitória, Cariacica e Viana estarão nessa nova classificação já a partir da próxima segunda-feira (23). Com isso, esses municípios terão mais restrições no funcionamento de suas atividades econômicas e sociais.

Além dessas cidades, Ecoporanga e Barra de São Francisco, no noroeste do estado, estarão no risco moderado. Ecoporanga já estava nessa classificação nas últimas quatro semanas. 

Os demais 73 municípios capixabas estarão no risco baixo, incluindo Santa Teresa, que estava no risco moderado nas últimas duas semanas. O 32º Mapa de Risco entra em vigor a partir da próxima segunda-feira e segue até o domingo seguinte (29).

Foto: Reprodução

RISCO MODERADO: Vitória, Cariacica, Viana, Barra de São Francisco e Ecoporanga, 

RISCO BAIXO: Afonso Cláudio, Água Doce do Norte, Águia Branca, Alegre, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Anchieta, Apiacá, Aracruz, Atílio Vivácqua, Baixo Guandu, Boa Esperança, Bom Jesus do Norte, Brejetuba, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Colatina, Conceição da Barra, Conceição do Castelo, Divino de São Lourenço, Domingos Martins, Dores do Rio Preto, Fundão, Guaçuí, Guarapari, Ibatiba, Ibiraçu, Ibitirama, Iconha, Irupi, Itaguaçu, Itapemirim, Itarana, Iúna, Jaguaré, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Laranja da Terra, Linhares, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Marilândia, Mimoso do Sul, Montanha, Mucurici, Muniz Freire, Muqui, Nova Venécia, Pancas, Pedro Canário, Pinheiros, Piúma, Ponto Belo, Presidente Kennedy, Rio Bananal, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São José do Calçado, São Mateus, São Roque do Canaã, Serra, Sooretama, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Vila Pavão, Vila Valério e Vila Velha.

Matriz de risco

A Matriz de Risco de Convivência considera no eixo de ameaça: o coeficiente de casos ativos por município dos últimos 28 dias, além da quantidade de testes realizados por grupo de mil habitantes e a média móvel de óbitos dos últimos 14 dias. Já o eixo de vulnerabilidade considera a taxa de ocupação de leitos potenciais de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19, isto é, a disponibilidade máxima de leitos para tratamento da doença. A estratégia de mapeamento de risco teve início no dia 20 de abril.

O Mapa de Risco segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC) Covid-19 no Espírito Santo, que é composto pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria da Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). As decisões adotadas pelo Governo do Estado seguem parâmetros técnicos.

Mudanças com o novo Mapa de Risco
As principais mudanças acontecem em bares e restaurantes das cidades classificadas em Risco Moderado, que vão funcionar de segunda a sábado até as 22h e aos domingos até as 16 horas. Segundo Casagrande, o comércio, por enquanto não terá alterações, mas deverá manter os cuidados.

Eventos corporativos

Segundo o governador também houve mudança nas regras para a realização de eventos corporativos. Agora, só serão permitidos, nas cidades de Risco Moderado, eventos empresariais de até 300 pessoas.

Verão com restrições

Durante pronunciamento, Casagrande ressaltou que o verão deverá ser diferente, com muito mais cautela e cuidado.

"Teremos que ter um verão mais contido. Não teremos a vacina neste ano, então terá que ser contido. Quando houver a disponibilidade da vacina, ela não conseguirá atingir as pessoas ao mesmo tempo, não sabemos como o governo vai coordenar um plano nacional de imunização, mas nós estamos cientes de que deveremos viver boa parte de 2021 ainda fazendo a gestão da pandemia. Terá que ser com muito mais cautela, muito mais cuidado", pontuou o governador.

Escolas
Por conta da nova classificação de risco em Vitória, Cariacica, Viana, Barra de São Francisco e Ecoporanga, as aulas presenciais nestes municípios deverão ser suspensas, a partir da próxima segunda-feira (23), e somente poderão acontecer de forma remota.