Fábrica da CoronaVac recebe inspeção de técnicos da Anvisa na China

CORONAVÍRUS

Geral

Fábrica da CoronaVac recebe inspeção de técnicos da Anvisa na China

O trabalho vai durar uma semana e será realizado com o intuito de checar os procedimentos da fabricação da vacina

Foto: Governo de São Paulo

Nesta segunda-feira (30), técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) iniciaram uma inspeção na fábrica da vacina Coronavac, produzida pela empresa Sinovac Life Science, em Pequim, na China. A previsão é de que os técnicos fiquem no local até a próxima sexta-feira (4).

A visita dos profissionais tem como objetivo a verificação de boas práticas no que diz respeito à fabricação do imunizante, que é um das escolhidas para ser utilizada no Brasil.

No primeiro dia de trabalho, os profissionais da agência verificaram o Sistema de Gestão da Qualidade Farmacêutica da Sinovac, como Gerenciamento de Risco, Gerenciamento de Documentos e Plano Mestre de Validação.

De acordo com a Anvisa, um dos propósitos iniciais foi a checagem de matéria-prima para a fabricação do imunizante. "Além disso, foram verificados os requisitos técnicos dos bancos sementes e celulares (partículas virais e células hospedeiras utilizadas na fabricação da vacina), bem como outra parte da equipe dedicou-se à verificação dos requisitos técnicos aplicáveis aos procedimentos de amostragem de matérias-primas, qualificação de fornecedores, sistema de numeração de lotes e qualificação de transporte", explicou a agência.

No Brasil, a Sinovac assinou um acordo com o Instituto Butantan, em São Paulo, para comercialização e produção local da CoronaVac. O Brasil já possui as primeiras doses da vacina, mas o governo de São Paulo espera a autorização da Anvisa para realizar a aplicação na população.

Os testes da Coronavac têm sido realizados em brasileiros desde o mês de julho. Aproximadamente 13 mil pessoas devem participar dos testes até o final da fase 3.

* Com informações do Portal R7