• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chefe de busca diz ter 95% de certeza que destroços são de avião da AirAsia

Geral

Chefe de busca diz ter 95% de certeza que destroços são de avião da AirAsia

Jacarta - O chefe dos esforços de busca e resgate da Indonésia, Bambang Soelistyo, disse ter 95% de certeza que os destroços encontrados nas águas perto da ilha de Bornéu nesta terça-feira são do avião desaparecido da AirAsia. De acordo com a autoridade, uma sombra sob a água perto de local onde os destroços foram encontrados parecia ser de uma aeronave. Ele disse que 21 mergulhadores seriam deslocados para o local.

Após uma coletiva de imprensa, Soelistyo informou que foram encontraram seis corpos no Estreito de Karimata até agora e três deles foram recuperados. O processo de retirada dos cadáveres tem sido prejudicado por grandes ondas, disse a autoridade, ao acrescentar que os corpos foram encontrados a sudoeste de Pangkalan Bun, em Bornéu.

O diretor geral interino da aviação civil da Indonésia, Djoko Murjatmodjo, disse que os destroços eram de um avião, embora não pudesse confirmar que era da aeronave desaparecido da AirAsia. O avião perdeu contato com os controladores de tráfego aéreo em rota de Surabaya, na Indonésia, para Cingapura na manhã de domingo (horário local), quando transportava 162 pessoas.

Djoko Murjatmodjo afirmou que três grupos de destroços espalhados eram vermelho e branco, as cores do avião AirAsia. Ele disse que os destroços estavam em três locais.

O presidente indonésio, Joko Widodo, afirmou que planeja voar para a área.

Mais cedo, a agência busca e resgate da Indonésia divulgou imagens de destroços encontrados na área, mas se recusou a dizer se poderiam ser de um avião.

Mais de 20 aeronaves se uniram na busca, incluindo 16 da Indonésia, dois de Cingapura, dois da Austrália e um da Malásia, segundo a força aérea indonésia.

Um avião sul-coreano e um destroier dos EUA, o USS Sampson, devem estar disponíveis em breve, disseram as autoridades. Além disso, um avião da Força Aérea Real da Nova Zelândia também foi deslocado para o local. A China também disse que estava enviando um navio e um jato da força aérea para ajudar na busca.

Autoridades de busca e salvamento disseram que o avião pode estar "no fundo do mar" e que o clima provavelmente desempenhou um papel no desaparecimento do Airbus A320.

Mais cedo, a Indonesia AirAsia disse que levará familiares dos passageiros para uma área do oceano onde os investigadores suspeitam que o avião pode ter caído. Fonte: Dow Jones Newswires.