Homem com suspeita de embriaguez quase atropela motociclista em Vila Velha

Geral

Homem com suspeita de embriaguez quase atropela motociclista em Vila Velha

A polícia informou que o suspeito estava com a carteira de habilitação vencida, desde 2012, e se recusou a fazer o teste do bafômetro antes de ser levado para a delegacia

O mestre de obras foi levado para a delegacia e liberado Foto: Everton Nunes

Um mestre de obras foi acusado de quase atropelar um comerciante em Vila Velha. De acordo com testemunhas, ele estava com sinais de embriaguez e em alta velocidade. Carlos Roberto de Freitas disse que seguia de moto, com o filho de 16 anos, quando Eugênio do Amaral Lima Junior, de 29 anos, invadiu a contramão. 

“Eu havia acabado de fechar o meu comércio, fui a Coqueiral para passar em uma farmácia, e me deparei com um rapaz vindo em uma velocidade bem alta. Eu olhei e vi ele vindo na minha frente. Eu estava de moto com meu filho, saí da frente dele e ele ficou buzinando. Eu parei com a moto, e a viatura da polícia veio”, informou.

Segundo a polícia, o carro que o mestre de obras dirigia é alugado por uma empreiteira da Prefeitura de Cariacica, para a qual ele trabalha. Eugênio estava com a carteira de habilitação vencida, desde 2012, e se recusou a fazer o teste do bafômetro antes de ser levado para a delegacia.

Ele foi autuado por dirigir embriagado, mas pagou uma fiança de R$ 2 mil e foi liberado para responder o processo em liberdade. Depois de mais de quatro horas de espera na delegacia, pai e filho voltaram para casa sem prestarem depoimento.

A Prefeitura de Cariacica informou que esse caso não é de responsabilidade dela. Até o fechamento da reportagem nenhum responsável pela empreiteira foi localizado.