China ameaça impor sanções contra empresas de Taiwan após compra de arma dos EUA

Geral

China ameaça impor sanções contra empresas de Taiwan após compra de arma dos EUA

Redação Folha Vitória

Pequim - A China ameaçou aplicar sanções contra as empresas de Taiwan envolvidas na compra de armas e de outros equipamentos militares dos EUA. O governo do presidente Barack Obama anunciou ontem um pacote de US$ 1,83 bilhão em vendas de armas para Taiwan, o primeiro em quatro anos dos Estados Unidos para a ilha.

A China considera Taiwan parte de seu território e já disse que a venda, esperada, deveria ser cancelada para impedir que isso prejudicasse as relações ao longo do Estreito de Taiwan e entre Pequim e Washington.

A ameaça foi incluída em um protesto formal entregue na quarta-feira pelo vice-ministro de Relações Exteriores, Zheng Zeguang.

Um comunicado do Ministério de Relações Exteriores disse que Zheng emitiu um protesto diplomático formal e disse que a venda de armas prejudicaria gravemente a soberania da China e interesses de segurança.

Zheng disse que a China iria tomar todas as medidas necessárias para defender o seus interesses, incluindo impor sanções contra as empresas envolvidas na compra de armas. Fonte: Associated Press.