• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chuva corresponde a mais de 40% do esperado para todo o mês em Viana

Geral

Chuva corresponde a mais de 40% do esperado para todo o mês em Viana

Em Vitória, a média esperada em dezembro é de 217 mm. Isso significa que, nas últimas 24 horas, choveu 25% da média esperada para todo o mês na capital capixaba

São Roque do Canaã acumulou 100 mm de chuva Foto: ​TV Vitória

A chuva que atinge o Espírito Santo desde a tarde da última segunda-feira (07), já correspondeu a 42% do esperado para todo o mês de dezembro no município de Viana, na Grande Vitória.

A equipe de meteorologia do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) fez um levantamento a respeito do volume de chuva registrado em alguns municípios da Grande Vitória. Os maiores acumulados registrados até as 10h desta terça-feira (08) foram:

Vitória: 56 mm

Cariacica : 72 mm

Viana: 95 mm

Vila Velha : 59 mm

Serra: 62 mm

Em Vitória, a média esperada em dezembro é de 217 mm. Isso significa que, nas últimas 24 horas, choveu 25% da média esperada para todo o mês na capital capixaba. Em Viana, a média esperada em dezembro é de 222 mm. O volume de chuva registrado no município nas últimas 24 horas corresponde a 42% da média esperada para o mês inteiro. Nos demais municípios mencionados não há registro de série histórica, e o Incaper fica impossibilitado de fazer comparativos.

Outras áreas do Espírito Santo sofreram com a chuva já na madrugada desta terça-feira (08). São Roque do Canaã acumulou 100 mm de chuva. Alguns trechos do Noroeste, da microrregião de Santa Teresa e de Afonso Cláudio (leste e oeste serranos), registraram entre 40 e 70 mm no mesmo período.

Nesta terça-feira (08), a frente semi-estacionária diminui o calor na maioria das regiões do Espírito Santo. O sol mal aparece e chove durante alguns momentos no sudeste do Estado. Nas demais regiões, chove pela manhã e pode chover na forma de pancadas entre a tarde e a noite.

A causa da chuva

“Uma frente semi-estacionária passou a atuar sobre o Espírito Santo durante a segunda-feira (07). O sistema aumentou a instabilidade sobre o território capixaba já durante o início da tarde, provocando pancadas de chuva em diversas cidades do Estado. Uma nuvem de tempestade se desenvolveu melhor sobre a região da Grande Vitória, provocando até chuva de granizo em alguns bairros da capital. As rajadas de vento não foram muito fortes, alcançando até 45km/h. Ainda há expectativa de chuvas ao longo desta semana. Sendo assim, recomendamos atenção especial para as localidades mais vulneráveis a alagamentos, deslizamentos de terra e demais transtornos decorrentes do tempo severo”, disse Bruce Pontes, meteorologista do Incaper.