Número de casos suspeitos de microcefalia dobra em uma semana no Rio

Geral

Número de casos suspeitos de microcefalia dobra em uma semana no Rio

Redação Folha Vitória

Rio de Janeiro - O número de casos suspeitos de microcefalia praticamente dobrou em uma semana no Rio de Janeiro. Foram identificados 45 bebês com a suspeita da má-formação, informou o secretário de Estado de Saúde, Felipe Peixoto, nesta quarta-feira, 9. Até a semana passada, eram 23.

A média histórica do Estado era de 13 bebês e desde que o Estado tornou obrigatória a notificação de grávidas com manchas vermelhas no corpo, a secretaria recebeu 341 comunicações. Eram 150 até a quarta-feira, 2.

"O sistema de vigilância está muito sensível. A ideia é captar o maior número de casos para que a gente possa entender o cenário do Rio de Janeiro e saber a correlação entre zika e microcefalia. É importante destacar que alguns desses casos serão descartados ao longo da investigação", disse o subsecretário de saúde, Alexandre Chieppe.

Dos 45 casos de microcefalia, 36 são bebês já nascidos e nove ainda estão sendo gestados. Desse total, 15 mulheres relataram manchas vermelhas no corpo durante a gravidez.