Ônibus é queimado em protesto por morte de morador do morro da Mangueira

Geral

Ônibus é queimado em protesto por morte de morador do morro da Mangueira

Redação Folha Vitória

Rio - Os moradores do morro da Mangueira, na zona norte do Rio, incendiaram um ônibus na Rua Visconde de Niterói no fim da tarde desta quarta-feira, 16, durante protesto contra a morte de um homem na favela.

De acordo com os manifestantes, o homem, ainda não-identificado, morreu após ser detido por policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do morro. A Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) informou que um inquérito policial militar (IPM) foi aberto para apurar as circunstâncias da morte.

Com o protesto, a Visconde de Niterói, principal acesso à Mangueira, chegou a ficar interditada nos dois sentidos, mas já foi liberada, de acordo com o Centro de Operações Rio. Bombeiros estiveram no local para conter as chamas.

No último sábado, um menino de dois anos morreu atingido por uma bala perdida na Favela do Metrô, na Mangueira. Na ocasião, os moradores da comunidade também fizeram protesto nas ruas de acesso à favela.