Presidente da Turquia critica Rússia por apoiar Assad na Síria

Geral

Presidente da Turquia critica Rússia por apoiar Assad na Síria

Redação Folha Vitória

Ancara - O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, acusou o governo do presidente da Síria, Bashar al Assad, de matar "impiedosamente" 400 mil pessoas e criticou a Rússia por apoiá-lo. Erdogan fez as declarações a jornalistas antes de viajar para a Arábia Saudita para uma reunião que terá como foco o conflito sírio, o combate ao terrorismo e a cooperação energética.

A Turquia vem diversificando suas fontes de energia desde que começaram as divergências com a Rússia, especialmente depois de um ataque do país ter derrubado um avião russo. Em um comentário aparentemente dirigido a Moscou, Erdogan disse que "não se pode ir a um lugar apoiar um regime que matou impiedosamente 400 mil pessoas inocentes com armas convencionais e químicas".

Erdogan também criticou países por "acrescentarem combustível ao fogo" apoiando combatentes curdos, que a Turquia considera terroristas por causa das ligações com o grupo rebelde curdo existente em território turco. Fonte: Associated Press.