• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

China e R. Unido prometem cooperação econômica e ambiental após o Brexit

Geral

China e R. Unido prometem cooperação econômica e ambiental após o Brexit

Pequim - China e Reino Unido prometeram promover Londres como um centro para uso offshore do yuan e cooperar na pesquisa de energia limpa e na promoção comércio, ao passo em que os britânicos se preparam para deixar a União Europeia.

Autoridades anunciaram os acordos na sequência de um diálogo entre o ministro das Finanças britânico, Philip Hammond, e o vice-primeiro-ministro da China, Ma Kai, num evento com empresários e autoridades econômicas britânicas em Pequim. Hammond foi acompanhado pelo presidente do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Mark Carney e reguladores financeiros.

Os líderes britânicos estão mirando na China para fortalecer o comércio e os investimentos entre os dois países, enquanto tentam encontrar um novo papel no mundo e compensar o acesso reduzido aos outros 27 membros do mercado comum europeu.

"As partes vão discutir futuros acordos comerciais e pressionar pela conclusão do acordo de investimento China-União Europeia", disse Ma, em uma coletiva de imprensa. Hammond afirmou que Londres estava procurando um "futuro acordo sustentável" com a UE, ressaltando que isso deve ser mais difícil que fechar acordos com o Canadá ou membros da Área Econômica Europeia.

O primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, expressou confiança em um "crescimento sólido e constante" das relações entre os dois países, independente do que acontecer entre Londres e Bruxelas.

As autoridades chinesas e britânicas também concordaram em buscar formas de expandir o papel do Reino Unido no projeto comercial de Pequim para ligar Ásia e Europa através de ferrovias, portos e outras estruturas.

Hammond anunciou que seu país vai colaborar com até 25 bilhões de libras (US$ 33 bilhões) no projeto dos chineses. Ele afirmou que o chairman do HSBC Group, Douglas Flint, seria o enviado do Tesouro britânico para tratar do assunto.

Os dois governos concordaram em cooperar mais com pesquisa de energia limpa e a fabricação avançada de trens-bala. Fonte: Associated Press.