• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Novo governo austríaco traz de volta influência da extrema-direita no país

Geral

Novo governo austríaco traz de volta influência da extrema-direita no país

Berlim - Um novo governo austríaco deve mover a política do país para a direita, com membros de um partido nacionalista assumindo vários ministérios importantes, enquanto o chefe conservador do Partido do Povo da Áustria, Sebastian Kurz, deve se tornar o líder mais jovem da Europa, de acordo com detalhes anunciados neste sábado.

Um acordo firmado na noite de ontem estabelece que Kurz, um líder da extrema-direita de apenas 31 anos, vai se tornar chanceler, enquanto Heinz-Christian Strache, do Partido da Liberdade, de direita, será vice-chanceler e ministro de Esporte e Servidores Públicos.

O Partido da Liberdade terá outros cinco ministros e um vice-ministro, que devem conduzir os ministérios do Interior, da Defesa e de Relações Internacionais. Além do chanceler, o Partido do Povo terá sete ministros e um vice, que vão controlar os ministérios das Finanças, Economia e Justiça.

O partido de Kurz saiu vitorioso nas eleições de outubro, na Áustria, e então deu início às negociações com o Partido da Liberdade, de direita.

Após receber o plano da coalizão com as escolhas dos ministros, o presidente austríaco, Alexander Van der Bellen, disse que não viu nada que impedisse o novo governo de ser empossado na próxima semana.

Kurz serve como ministro de Relações Exteriores no atual governo do chanceler Christian Kern, do Partido Social Democrata, de centro-esquerda. Ele ressaltou a importância de uma direção pró-União Europeia e se espera que continue a assumir a liderança em assuntos sobre o bloco. mesmo que o Partido da Liberdade, que é tradicionalmente eurocético, assuma o Ministério de Relações Exteriores. Fonte: Associated Press.