• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Relembre as despedidas de 2018 no Espírito Santo e no Mundo

Geral

Relembre as despedidas de 2018 no Espírito Santo e no Mundo

O ano está chegando ao fim, mas ficará marcado na memória dos capixabas, principalmente pelas grandes perdas

Foto: Divulgação

O ano de 2018 termina nesta segunda-feira (31) e ficará marcado por muitos acontecimentos, principalmente, pelas grandes perdas no Espírito Santo, no Brasil e no Mundo. 

Foto: Reprodução

Os capixabas ainda estão de luto pela morte do ex-governador do estado, Gerson Camatta, assassinado na última quarta-feira (26), em Vitória e, lamentavelmente, esse sentimento foi comum ao longo dos 12 meses. 

Em junho, o falecimento do ex-presidente da Chocolates Garoto, Helmut Mayerfreund, pegou os capixabas de surpresa. Considerado um dos maiores empresários privados do país, ele faleceu aos 82 anos, no dia 20 de junho, em São Paulo. 

No mesmo mês, o falecimento de José Antônio Pignaton, um dos fundadores do Centro Educacional Leonardo da Vinci, também deixou o estado de luto. Ele estava de férias na Suíça quando teve um infarto fulminante.  

Em setembro, foi decretado luto oficial de três dias pela morte do ex-governador do Espírito Santo, Albuíno Azeredo. Ele governou o estado entre os anos de 1990 e 1994 e faleceu aos 73 anos. 

Brasil e Mundo

Foto: Divulgação

Em abril, a música brasileira também teve uma grande perda, quando a cantora e compositora Dona Ivone Lara morreu, aos 97 anos, no Rio de Janeiro. Ela estava internada no Centro de Tratamento e Terapia Intensiva (CTI) da Coordenação de Emergência Regional (CER), no Leblon, com um quadro de anemia.

Foto: Reprodução

Uma outra perda triste para os brasileiros foi a do funkeiro Mr Catra. Ele tratava um câncer no estômago e faleceu no dia 09 de setembro, aos 49 anos, em São Paulo. Catra deixou três esposas e 32 filhos.

Foto: Divulgação

Em setembro, a cantora Ângela Maria faleceu, aos 89 anos, após sofrer uma parada cardíaca, em São Paulo. A artista era conhecida como uma das rainhas do rádio e dona de uma das vozes mais marcantes da MPB.

Foto: Divulgação

Joseph 'Joe' Jackson, empresário musical e fundador do grupo Jackson 5 na década de 60, morreu em junho, aos 89 anos. A informação inicial é do site de celebridades TMZ.

Foto: Reprodução

Uma morte precoce, de pegou todos de surpresa. Bergling, DJ e produtor mais conhecido por seu nome artístico, Avicii, morreu aos 28 anos de idade, em abril. A causa da morte não foi divulgada, mas o DJ estava aposentado de apresentações ao vivo desde 2016.