VÍDEO | Chuva provoca alagamentos e causa transtornos na quarta-feira dos capixabas

Geral

VÍDEO | Chuva provoca alagamentos e causa transtornos na quarta-feira dos capixabas

Segundo a Defesa Civil, não foi registrada nenhuma ocorrência grave, mas as ruas alagadas causaram transtornos à população

Foto: Reprodução

A chuva que atinge a Grande Vitória nesta quarta-feira (9) deixou vários pontos de alagamentos e causou transtornos na região metropolitana. De acordo com a Defesa Civil estadual, até o momento não foi registrada nenhuma ocorrência grave na Grande Vitória.

Entretanto, não foi difícil encontrar pontos de alagamentos na região metropolitana. Diversos registros foram feitos, em fotos e vídeos, pela população. 

Vitória

Em Vitória, uma das ruas que ficou alagada foi a Desembargador Sampaio, na Praia do Canto. Uma senhora que mora na região contou que, toda vez que chove, a rua fica completamente alagada.

Ainda na capital, foi registrado alagamento na Avenida Vitória. Por causa do acúmulo de água, o trânsito ficou lento na região.

Vila Velha

Em Vila Velha, a avenida Santa Leopoldina, a principal do bairro Coqueiral de Itaparica, estava bastante alagada no final da tarde desta quarta-feira. Além disso, dois trechos da avenida Francelina Setúbal, em Itapuã, foram tomados pela água. Moradores do bairro Santa Inês também registram ruas alagadas. 

A Prefeitura de Vila Velha informou que a Defesa Civil segue monitorando as condições climáticas adversas, mas, até o final da tarde, não registrou nenhuma demanda decorrente das pancadas de chuvas que caíram no município, além de poucos registros de alagamentos pontuais na cidade.

Ainda de acordo com a prefeitura, Terra Vermelha foi o bairro com o maior volume de chuvas, segundo medição dos pluviômetros no município. Foram 46,5 mm, enquanto que, em Jaburuna, as precipitações não chegaram a 23 mm. No bairro do Divino Espírito Santo, o volume ficou em 22,94. Os outros bairros ficaram com índices abaixo dos 15 milímetros de chuvas.

A Prefeitura de Vila Velha também informou que técnicos executaram, na tarde desta quarta-feira, manobras para esvaziar ao máximo o leito dos canais, com o acionamento das três estações de bombeamento na Praia da Costa, Sítio Batalha e de Guaranhus.

Serra

Na Serra, houve registros de alagamentos em bairros como Jardim Limoeiro, Valparaíso, José de Anchieta, Nova Carapina, entre outros. Em Valparaíso, a rua Santos Dumont ficou alagada. Já em José de Anchieta, as ruas ficaram bastante alagadas e chegou a entrar água nas casas dos moradores. Alguns deles até perderam bens materiais. 

De acordo com a Defesa Civil estadual, um trecho da BR 101, na Serra, na altura do Km 266, está totalmente interditado, nos dois sentidos, porque as pistas estão alagadas. A interdição tem causado reflexos em outras vias do município, como as avenidas Eudes Scherrer e Norte-Sul, em Laranjeiras.

Ainda em Laranjeiras, o grande volume de chuva fez com que a água entrasse pelo teto de um supermercado do bairro. Por meio de nota, a Rede Ok informou que uma parte do forro do teto da unidade de Laranjeiras cedeu, devido às fortes chuvas. Informou ainda que nenhum cliente ou funcionário ficou ferido e que a água somente atingiu as mercadorias da loja. A Rede OK garantiu também que está tomando todas as providências.

A produção da TV Vitória também procurou a Prefeitura da Serra, que informou que a Defesa Civil do município está no bairro Nova Carapina, onde está apurando um chamado de possível alagamento de uma casa. Ainda em Nova Carapina, uma casa desabou.

Cariacica

Em Cariacica, várias ruas também ficaram alagadas na tarde desta quarta-feira. No bairro Cruzeiro do Sul, o alagamento quase invadiu os comércios. 

Em Jardim Botânico, a água da chuva foi parar dentro de algumas casas. Alguns dos pontos que registraram alagamentos foram a Rua Santana e a Rua da Paz, onde a água chegou a invadir uma igreja.

Além disso, no terminal de Campo Grande, choveu tanto que a água vazou pelo telhado e os passageiros tiveram de se proteger. A Ceturb informou, por nota, que houve o transbordamento de uma calha no terminal, devido à chuva, e que uma equipe já resolveu a situação. Segundo a companhia, assim que parar de chover, haverá uma inspeção em todo o telhado do terminal para verificar se ainda há alguma calha entupida.

Já em relação a Jardim Botânico, a Prefeitura de Cariacica informou que está realizando projetos de drenagem e pavimentação em 16 ruas do bairro. A prefeitura disse ainda que não há ligação entre alagamentos e as obras nas ruas.

A Defesa Civil de Cariacica também informou que, no final da tarde desta quarta-feira, foi registrado o desabamento de parte de uma casa no bairro Alzira Ramos. Segundo a prefeitura, serão tomadas as devidas providências.