• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Atendimento tranquilo no novo São Lucas, mas no antigo hospital problemas continuam

Geral

Atendimento tranquilo no novo São Lucas, mas no antigo hospital problemas continuam

No HPM, onde funciona o pronto socorro do São Lucas, quem chega recebe atendimento médico, no entanto, não há macas disponíveis e os corredores continuam lotados

No primeiro dia de funcionamento do novo Hospital São Lucas, nesta quinta-feira (11), a equipe de reportagem da TV Vitória constatou que o funcionamento no novo hospital é normal, porém, no antigo São Lucas, os corredores continuam lotados.

No primeiro dia de funcionamento, o novo São Lucas funcionou normalmente Fotos: Divulgação/Governo

Na porta do pronto socorro do São Lucas, que funciona no Hospital da Polícia Militar (HPM), a equipe de reportagem da TV Vitória conversou com alguns familiares de pacientes, que preferiram não gravar entrevista. Eles contaram que o atendimento é realizado normalmente. Quem chega recebe atendimento médico, no entanto, não há macas disponíveis e os corredores continuam lotados.

E a precariedade da estrutura do pronto socorro do São Lucas pode ser flagrada na chegada de pacientes. A equipe registrou o momento em que um homem chegou ferido. Ele sofreu uma lesão na região da cabeça durante o trabalho e foi levado ao hospital por colegas. Como há a alegação de que não havia macas na unidade de saúde, o paciente foi transportado em uma cadeira de rodas.

No HPM, onde funciona o pronto socorro, um paciente foi transportado de cadeira Foto: Reprodução/TV Vitória

No novo São Lucas, o pronto socorro ainda não está pronto, e a unidade só vai receber pacientes transferidos de outros hospitais. Enquanto isso, o Hospital da Polícia Militar (HPM), onde funciona provisoriamente o Pronto Socorro do Hospital São Lucas, continua lotado.

No primeiro dia de atendimento, tranquilidade, recepção vazia e pouco movimento na porta do novo Hospital São Lucas. Os veículos que chegavam no hospital, descarregavam materiais e a única ambulância parada no local, estava vazia, aguardando um chamado para transportar pacientes.

Inicialmente, o novo hospital não vai receber casos de urgência e emergência, já que o pronto socorro só deve ficar pronto em 2016. A unidade também não está agendando consultas para a população. E os 60 leitos disponíveis vão receber apenas pacientes de outros hospitais, por meio da central de regulação de vagas.

Enquanto o novo hospital não funciona em 100% da capacidade, o atual São Lucas permanece oferecendo o mesmo atendimento em condições provisórias. Na unidade, que funciona nas dependências do HPM, o atendimento de urgência no pronto-socorro não para e recebeu pacientes na manhã desta quinta-feira (11).

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) refutou a alegação de pacientes sobre a falta de macas e informou que o pronto socorro não possui esta carência. Já sobre o flagrante da TV Vitória, a Sesa informou que o paciente podia ser atendido em uma cadeira de rodas sem problemas, não havendo a necessidade de uma maca.