Câmeras mostram médico desaparecido saindo do hotel em São Paulo com sacola em mãos

Geral

Câmeras mostram médico desaparecido saindo do hotel em São Paulo com sacola em mãos

Câmeras de videomonitoramento mostram o médico saindo do local com sacolas plásticas. A investigação revelou que o último gasto no cartão foi a compra da passagem para Vitória

Imagens de videomonitoramento mostram o médico saindo do hotel antes de desaparecer Foto: Rede Record

A polícia divulgou imagens de uma câmera de videomonitoramento do hotel em que o oncologista capixaba Roberto Gomes, de 67 anos, estava hospedado antes de desaparecer, na manhã da última sexta-feira (28), na Avenida Paulista, em São Paulo. Malas e roupas do médico continuavam no local onde o médico estava hospedado. Imagens mostram Roberto saindo com sacolas plásticas em mãos.

A investigação da polícia revelou, também, que o último gasto no cartão de crédito foi a compra da passagem de volta para Vitória. "A gente não sabe realmente o que pode ter acontecido. A gente tem esperança de ele estar sendo cuidado em um hospital", diz a filha do médico, Roberta Gomes.

O médico saiu do Espírito Santo para São Paulo na última quarta-feira (26), onde participaria do lançamento de um livro que ajudou a escrever sobre a prevenção do câncer. O evento aconteceu na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp).

Um dia antes de desaparecer, o médico parecia feliz no lançamento do livro que foi co-autor Foto: TV Record

O médico teria dito a um colega que não estava se sentindo bem, embora imagens mostrem que ele parecia feliz durante o lançamento.

Roberto concedeu uma entrevista à TV Assembléia de São Paulo logo após a solenidade de lançamento do livro Prevenção do Câncer, realizada na sede do órgão.

Roberto Gomes é um médico renomado. Comandou dezenas de trabalhos científicos sobre o tratamento e prevenção do câncer. Em 2012, foi eleito o capixaba do ano na área de medicina.

Nesta terça-feira (2) completa quatro dias de sumiço. A polícia começou a investigar o caso. O filho do médico veio a São Paulo para acompanhar as investigações no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O último contato do médico com a família foi na última sexta-feira (28). Roberto telefonou para a esposa dizendo que pegaria um voo de volta para o Espírito Santo no dia seguinte, mas não embarcou.

Os filhos do médico fazem uma verdadeira peregrinação em busca de informações do pai Fotos: Rede Record

"Alguma coisa, um mal súbito, um lapso de memória, porque ele estava tomando um antialérgico que era meio forte. Ele estava com muita alergia. Há mais de um mês que ele estava tomando", completa Roberta.

A família passou a fazer buscas por pessoas que tiveram mal súbito e foram resgatadas por equipes do Samu na última semana. Eles receberam a informação de que um homem com idade e características físicas semelhantes estava internado em um hospital de São Paulo. 

"Nós conversamos com os médicos e a pessoa que deu entrada tinha documentos, estava com outro nome", diz o filho do médico.

A família continua percorrendo os hospitais de São Paulo em busca do oncologista Roberto Gomes.

As informações são da TV Record