Conselho Popular de Vitória vai entrar com ação contra aumento da taxa de marinha

Geral

Conselho Popular de Vitória vai entrar com ação contra aumento da taxa de marinha

Órgão decidiu, por unanimidade, que irá questionar os critérios adotados pela SPU para aumentar os valores das taxas de marinha nos imóveis da capital

Praia de Camburi Foto: Divulgação/Prefeitura

O Conselho Popular de Vitória, que representa os bairros e as associações de moradores da capital, decidiu por unanimidade na noite dessa segunda-feira (23) em uma reunião na Câmara Municipal que irá ingressar com uma representação no Ministério Público Federal (MPF) contra o aumento do valor da taxa de marinha cobrada em Vitória. A representação deve ser ingressada nesta quarta-feira (25).

O aumento, que chega a 500% em alguns imóveis, surpreendeu os moradores de cidades litorâneas do Estado neste mês. "Vamos questionar a situação junto ao Ministério Público Federal, por meio de uma representação", comentou o presidente do conselho, Robson Willian Almeida. 

Robinho da Ilha, como é conhecido, afirmou também que o conselho irá emitir uma nota de repúdio contra o superintendente do Patrimônio da União no Estado, Magno Pires.