Veja a população já vacinada nos municípios da Grande Vitória

Geral

Veja a população já vacinada nos municípios da Grande Vitória

Pouco mais de 500 mil pessoas que se enquadram na meta de cobertura vacinal da febre amarela estabelecida pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) ainda não foram imunizadas

Segundo as prefeituras, o número de vacinados nessas cidades já ultrapassa 1,1 milhão Foto: Claudio Postay

Pouco mais de 500 mil pessoas que se enquadram na meta de cobertura vacinal da febre amarela estabelecida pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) ainda não foram imunizadas até esta sexta-feira (17) nos municípios de Vitória, Cariacica, Viana, Vila Velha e Serra. Segundo as prefeituras, o número de vacinados nessas cidades já ultrapassa 1,1 milhão.

Na capital Vitória, foram vacinadas, até esta sexta-feira, 277.294 pessoas, número que representa 83,3% da meta de vacinação, que é de 333 mil moradores. A meta representa 80% da população habitante no município, que é de 359.555 moradores, aponta o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Vila Velha alcançou, até o momento, 58% da meta de vacinação imunizando 244.977 pessoas das 423.664 previstas. A meta representa 88,3% da população do município, que é de 479.664 habitantes, segundo dados do IBGE.

Cariacica não estabeleceu uma meta, mas ressaltou que está preparada para vacinar toda a população do município, que é de 384.621 habitantes, de acordo com o IBGE. A cidade vacinou 138.204 pessoas até esta sexta-feira. Trabalhando com esses números, o município vacinou 35.9% da população.

A cidade de Viana atingiu 100% da meta de cobertura vacinal da febre amarela ao vacinar 66.745 pessoas até a última quinta-feira (16). Ao todo, Viana possui 75.652 habitantes, segundo o IBGE. De acordo com a prefeitura, o vianense que ainda não tiver se imunizado pode efetuar o agendamento direcionado para a Unidade de Saúde de Vila Bethânia ou agendar a vacinação pelo www.viana.es.gov.br.

O município da Serra vacinou 380 mil pessoas segundo a prefeitura. O número representa 95% da meta, que é de vacinar 400 mil moradores. 80,9% da população do município, apontada pelo número de 494.109 moradores, como indica o IBGE.

O Folha Vitória tentou apurar dados atualizados com a assessoria de comunicação da Prefeitura de Guarapari, mas não obteve retorno até o fechamento desta matéria.

O Ministério da Saúde já distribuiu mais de 16,15 milhões de doses extras da vacina Foto: Jansen Lube

Espírito Santo

A nível estadual, mais de 60% da população capixaba já foi imunizada contra a febre amarela. Até o momento, a quantidade de pessoas vacinadas no Espírito Santo é maior do que 2,1 milhões.

A gerente de vigilância em saúde do Espírito Santo, Gilsa Rodrigues, explica que o ideal é imunizar 100% da população, mas destaca que ao vacinar 80%, os riscos de surgimento de novos casos de febre amarela são menores. Segundo ela, é o chamado bloqueio da doença.

Brasil

Em todo o País, até a última quinta-feira (16), o Ministério da Saúde confirmou 424 casos de febre amarela. Outros 933 estão sob investigação. O número de pessoas mortas por causa da doença continua subindo. Até agora são 137 mortes confirmadas por febre amarela, mas outros 112 óbitos ainda estão sendo investigados.

Para tentar alcançar todo o público alvo nos cinco estados que vêm sofrendo com o surto de febre amarela, o Ministério da Saúde já distribuiu mais de 16,15 milhões de doses extras da vacina. O Espírito Santo foi o estado que recebeu o segundo maior número de doses, ficando atrás apenas de Minas Gerais.

Vacinação na GV

Foto: Claudio Postay

Cariacica

Neste fim de semana, o mutirão de vacinação contra febre amarela será no domingo (19), no Maanaim de Cariacica (Maanainzinho), em São Francisco. Estão previstas 20 mil doses de vacina. A imunização começa às 8h e a distribuição de senhas vai até as 15h.

Vitória

A vacinação de rotina continua nas unidades de saúde da capital na segunda-feira (20). Não haverá postos de vacinação neste sábado (18). Para evitar filas, a Prefeitura disponibiliza o agendamento online da vacinação, que tem como objetivo garantir a aplicação da vacina para todos os moradores da capital com dia e horário previamente marcados.

No total, 28 unidades de saúde do município estão atendendo os agendamentos e acolhendo as demandas espontâneas, conforme capacidade de atendimento de cada local. Munícipes agendados têm prioridade no atendimento.

Viana

Após bater a meta da cobertura vacinal da febre amarela estabelecida pela Secretaria de Estado da Saúde, a Prefeitura de Viana encerrou a vacinação espontânea na quinta-feira (16). Porém, a vacinação continua por agendamento, pelo sistema online da Prefeitura de Vitória, que pode ser acessado, também, pelo www.viana.es.gov.br.

O vianense que ainda não tenha se imunizado, pode efetuar o agendamento direcionado para a Unidade de Saúde de Vila Bethânia, das 08h às 16 horas. É preciso apresentar comprovante de residência.

Vila Velha

Neste sábado (18), das 8h às 16h, acontece o último mutirão de vacinação contra febre amarela promovido pela Prefeitura de Vila Velha. Ao contrário de outros fins de semana, neste domingo (19) não haverá vacinação contra febre amarela em Vila Velha. A programação prossegue na segunda-feira (20) nas unidades de saúde.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, cerca de 15 mil doses de vacinas estarão à disposição no Ginásio Tartarugão, Igreja Batista Aliança em Rio de Marinho e, na Escola Darcy Ribeiro, em Morada de Barra. É necessário apresentar documento de identificação com foto, carteira de vacinação e, para pessoas idosas a partir de 60 anos, é obrigatória a apresentação de laudo médico autorizando a vacinação.

Serra

A prefeitura segue com aplicação de doses em 38 pontos de vacinação, de segunda a sexta-feira, das 8 horas às 16 horas. Nas unidades, também é possível marcar consulta para emissão de laudos, no caso de pessoas com mais de 60 anos.

A prefeitura está em busca de moradores que ainda não se vacinaram para que compareçam aos postos. Segundo a prefeitura, o atendimento é rápido e não há filas nos postos. Basta levar documento pessoal, cartão de vacina (se tiver), e comprovante de residência. Pessoas que precisam de laudo devem agendar consulta na própria rede municipal, que vai encaminhar para a vacinação, caso estejam aptas a receber a dose.

Com informações de Andréia Soares.