• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cliente é agredido durante assalto a loja em shopping de Vila Velha

Polícia

Cliente é agredido durante assalto a loja em shopping de Vila Velha

Os seguranças do shopping detiveram três suspeitos e acionaram a PM. Pablo , 19 anos, Whashington, de 26, e um adolescente de 17 anos foram levados para a delegacia

Com o suspeitos, a polícia encontrou 12 camisas de times de futebol e três pares de chinelos Foto: ​Reprodução/ TV Vitória

Um cliente de uma loja de artigos esportivos acabou sendo agredido durante um assalto, na última quarta-feira (6), em um shopping, na Praia da Costa, em Vila Velha. 

Dois suspeitos de cometer o crime acabaram detidos e um menor apreendido. O shopping estava cheio e teve correria na hora em que o assalto aconteceu. 

O estudante, de 19 anos, que preferiu não se identificar, disse que saiu de casa para fazer compras e acabou sendo agredido por um dos suspeitos quando tentou impedir o assalto. “Eu vi os três elementos furtando a loja, colocando a camiseta na mochila e alertei uma funcionária que não soube o que fazer. Quando os três saíram da loja, eu fui atrás e segurei a mochila dele. Eles foram atrás de mim e me bateram. Um me segurou enquanto o outro batia. Os seguranças do shopping chegaram e me ajudaram". 

Os seguranças detiveram os três suspeitos e acionaram a Polícia Militar. Pablo Gonzaga Pereira, 19 anos, Whashington Eliziario Duarte, de 26, e um adolescente de 17 anos foram levados para a Delegacia Regional de Vila Velha. Com eles foram encontradas 12 camisas de times de futebol e três pares de chinelos.

Na delegacia Pablo chegou a fazer pose para a foto Foto: ​Reprodução/ TV Vitória

Funcionários da loja não quiseram gravar entrevista com a equipe da TV Vitória/ Record, mas disseram que o trio foi muito abusado. Durante o crime eles pegaram os chinelos que estavam usando, colocaram no mostruário para serem vendidos e calçaram as peças novas. A funcionária também contou que em cada produto da loja existe um alarme eletrônico que dispara quando a peça é retirada do estabelecimento. 

O estudante que pensou que teria uma tarde de lazer, continuava assustado com a agressão. "Estava em um momento de lazer e acontece isso. Ficamos a mercê de bandidos", disse.