Dupla é presa na Serra suspeita de promover arrastão com carro roubado

Polícia

Dupla é presa na Serra suspeita de promover arrastão com carro roubado

Suspeitos tentaram fugir da Polícia Militar, mas sofreram um acidente na altura do bairro Taquara. Um terceiro assaltante conseguiu fugir, correndo pelo mato

Suspeitos foram detidos após perseguição policial e levados para a Delegacia Regional da Serra Foto: TV Vitória

Dois homens foram presos, na manhã desta quarta-feira (18), na Serra, suspeitos de roubarem um carro e promoverem um arrastão com o veículo. Pelo menos quatro pessoas estiveram na Delegacia Regional do município, durante a manhã, relatando terem sido vítimas dos criminosos.

Os suspeitos, que não tiveram os nomes divulgados pela polícia, foram detidos após se envolverem em um acidente no bairro Taquara durante uma perseguição policial. Um terceiro indivíduo estava com eles, mas conseguiu fugir correndo pelo mato.

Dentro do carro onde estavam os criminosos foram encontrados vários celulares, touca ninja e uma pistola falsa. Segundo a Polícia Militar, o carro utilizado nos assaltos também era roubado.

Uma das vítimas dos roubos acionou o Ciodes e passou as caraterísticas do veículo, que foi visto pela Polícia Militar em Serra-Sede. Os policiais deram voz de parada, mas os assaltantes não obedeceram. Os militares então iniciaram uma perseguição pela BR 101, no sentido vitoria.

Na altura de Taquara, o motorista do carro roubado perdeu o controle do veículo, desceu por um barranco, quebrou a cerca e bateu em uma tubulação. Um dos ocupantes saiu do carro mancando. Já o veículo ficou com a lateral bastante danificada.

Um estudante de 19 anos, morador do bairro Cascata, disse ter sido vítima dos assaltantes. Ele conta que saiu de casa, por volta das 6 horas, para fazer uma caminhada. No trajeto, foi fechado pelo carro onde estavam os suspeitos.

"O cara já saiu do carro com a arma na minha direção, pediu para eu esvaziar os bolsos e levou embora meu celular com o fone de ouvido, que estava junto. Só não levaram minha carteira porque ela não estava comigo - eu só estava com o celular e a chave de casa mesmo. E rapidamente eles entraram no carro e saíram", contou.