• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Mãe de Milena Gottardi confirma depoimento na tarde desta terça-feira em Vitória

Polícia

Mãe de Milena Gottardi confirma depoimento na tarde desta terça-feira em Vitória

Como o endereço oficial dela é de Fundão, Zilca Maria Gottardi tinha a opção de prestar depoimento na comarca do município de origem

Zilca Maria Gottardi, mãe da médica assassinada Milena Gottardi, confirmou que vai prestar depoimento na tarde desta terça-feira (16), no Fórum Criminal de Vitória, localizado no Centro da Capital. Como o endereço oficial dela é de Fundão, Zilca tinha a opção de prestar depoimento na comarca do município de origem. Mas segundo a reportagem apurou, ela fez questão de vir até a Capital pare prestar depoimento no Fórum Criminal. 

Audiências

O advogado da família da médica Milena Gottardi, Renan Sales, chegou por volta das 8h30 desta terça-feira (16) ao Fórum Criminal de Vitória, no Centro da Capital, para a primeira audiência do julgamento do caso. Segundo ele, as provas contra os acusados são robustas e ele espera que tudo aconteça de forma tranquila.

Ao contrário do que se esperava, a primeira testemunha a ser ouvida foi a advogada da família, Ana Paula Protzner, e não o delegado Janderson Lube, que é o titular da Delegacia Especializada em Homicídios Contra a Mulher (DHPM), e que liderou a investigação do caso. A mudança aconteceu a pedido de Ana Paula, para que a fala dela fosse realizada sem a presença dos réus,

A advogada Ana Paula Protzner começou a ser ouvida pelo juiz responsável por volta de 09h30. Às 11h, o delegado Janderson Lube iniciou o depoimento. O delegado não aceitou falar com a imprensa na chegada ao Fórum.

Após o depoimento do delegado, há a expectativa de que o policial civil Igor de Oliveira comece a depor antes do intervalo.

O crime

A médica Milena Gottardi Tonini Frasson, de 38 anos, que atuava como pediatra oncológica, saía de mais um plantão no Hospital das Clínicas, em Maruípe, Vitória, no final da tarde. Ela seguia acompanhada de uma amiga, também médica, para o estacionamento do hospital, onde estava seu carro, quando foi abordada por um homem armado. O crime aconteceu no dia 14 de setembro de 2017.

O suspeito chegou a anunciar um assalto e mandou as duas vítimas entregarem seus pertences. Elas obedeceram às ordens do suposto assaltante, mas, antes de as médicas entrarem no veículo de Milena, o criminoso atirou três vezes na direção da pediatra, que foi atingida na cabeça e na perna. Em seguida, o atirador fugiu em uma moto. Milena chegou a ser socorrida e foi internada em um hospital particular da capital, mas morreu no dia seguinte.

Relembre todos os passos da investigação do caso Milena Gottardi