Animais são encontrados em situação de maus tratos em apartamento de Vila Velha

Polícia

Animais são encontrados em situação de maus tratos em apartamento de Vila Velha

Além de urina e fezes por todo o apartamento, outros 11 animais foram encontrados mortos no local

Foto: Reprodução

Na tarde desta sexta-feira(8), a Guarda Municipal encontrou um apartamento no Centro de Vila Velha, cheio de cachorros vivendo em situação precária. A sujeira e o mau cheiro tomavam conta de todo o apartamento, além de fezes e urina os agentes encontraram 11 animais mortos no local.

Imagens registradas por agentes da guarda mostram o estado de desnutrição dos animais, que viviam praticamente sem água e comida. A terapeuta Mariana Reissinger mora no mesmo prédio e conta que, desde quando se mudou, sentia um mal cheiro na direção do apartamento e ficou impressionada ao ver a real situação do local.

"Há uns 15 dias atrás eu ouvi uma briga e depois dessa briga de cachorro no andar de cima começou a ficar o cheiro de podre, como se o animal estivesse morrido e desde então eu fui entrando em contato com os moradores, a gente foi se unindo e a gente foi fazendo denúncias, acionamos a polícia e a gente conseguiu ter esse resultado hoje", disse a moradora.

Ainda de acordo com a moradora, a situação em que o apartamento se encontrava era desesperadora, ela disse que no momento em que entraram no apartamento, um dos cachorros já estava na porta e todos com poucas reações. "Eles estavam em uma situação muito crítica e eu acredito que se a gente não tivesse conseguido abrir hoje, nem os quatro que estão vivos estariam lá", lembrou.

Foram os moradores do prédio que acionaram a Guarda Municipal de Vila Velha e como a moradora do apartamento não estava no local e nem foi encontrada, o síndico precisou chamar um chaveiro para que abrisse a porta do local, que além de toda a sujeira, ainda haviam animais mortos.

"O que conseguiu se apurar é que são cinco gatos mortos, seis cachorros mortos e quatro cachorros vivos, então são mais de 10 animais que já estavam servindo de alimento para os cachorros que estão vivos", disse

Sobre o paradeiro da moradora do apartamento, o agente informou que a mulher ainda não foi encontrada e não aparece no local há mais de 15 dias.

"Eles nos informaram que já tem mais de 15 dias que ela não aparece e essa situação começou a chamar a atenção justamente pelo odor e pelas larvas que estavam saindo da unidade, eles tiveram que colocar uma fita em volta da porta para impedir a saída do odor e das larvas", contou.

Uma equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente esteve no local com a presença de uma agente veterinária para avaliar a situação dos animais. Quatro deles estavam vivos e foram levados para um rancho onde receberão os cuidados necessários.

* Com informações do repórter Vitor Moreno, da TV Vitória/Record TV.