Corpo de mulher encontrado em terreno da Serra continua no DML sem identificação

Polícia

Corpo de mulher encontrado em terreno da Serra continua no DML sem identificação

O caso ainda está sob investigação e, até o momento, nenhum suspeito foi localizado

Foto: Thamiris Guidoni / Folha Vitória

A mulher que foi encontrada morta em um terreno de Carapina Grande, na Serra, no dia 28 de dezembro, ainda não foi identificada. Há 11 dias, o corpo da vítima está no Departamento Médico Legal de Vitória (DML). Se em 30 dias não aparecer nenhum familiar para reconhecer e liberar o corpo, a vítima terá de ser enterrada com indigente. 

A vítima, segundo a polícia, foi assassinada. Ela estava seminua e com várias marcas de violência pelo corpo. Além disso, teve os olhos perfurados e estava com um facão enfiado na boca. Pessoas que estavam na região chegaram a ouvir os gritos de socorro. 

Moradores acreditam que a mulher era uma das usuárias de drogas que vivem em situação de rua no bairro. O caso ainda está sob investigação e, até o momento, nenhum suspeito foi localizado.