Polícia prende casal suspeito de matar jovem em Guarapari

Polícia

Polícia prende casal suspeito de matar jovem em Guarapari

A jovem Niasia Alves, de 26 anos, foi dada como desaparecida em dezembro na cidade de Guarapari, mas a ossada dela foi encontrada em Nova Almeida neste mês

Foto: Reprodução

Um casal foi detido pela Polícia Civil suspeito de matar a jovem Niasia Alves Santos, de 26 anos. As investigações tiveram início depois que uma ossada humana foi encontrada em uma região de mata em Nova Almeida, na Serra, no dia 27 de dezembro. 

De acordo com a delegada Raffaela Aguiar, após achar a ossada, outras informações começaram a chegar. 

"A gente começou um trabalho para tentar identificar para ver se tratava da mesma pessoa. Com isso, começaram a surgir diversas informações, tanto para nós, quanto para familiares da vítima. Isso nos foi passado e como já existia uma ossada e, aquilo se tratava de um crime, a gente já começou desde então a coletar essas informações", explicou.

Ainda de acordo com a delegada, a ossada apresentava indícios de morte violenta. "A característica da ossada na região da costela estava quebrada e tinha indícios de que havia ocorrido morte violenta, mas não conseguimos precisar qual foi o instrumento", disse.

A polícia contou que a jovem teria saído da casa da família, no município de Guarapari, no dia 22 de dezembro e não falou com ninguém sobre o local de destino, apenas que voltaria no dia 24 de dezembro para passar o Natal em casa. Ela saiu de moto, mas no dia 24, data marcada para o retorno, a jovem não apareceu.

Após perícias na ossada encontrada em Nova Almeida, a polícia descobriu que se tratava de Niasia e com isso, foi dado início às investigações. A polícia chegou aos suspeitos através de denúncias.

"Com depoimentos de pessoas bem próximas da vítima a gente conseguiu um direcionamento que nos apontasse para que esses dois que foram presos ontem que eram os autores. O casal matou a vítima, agora a gente está tentando descobrir se eles mataram sozinhos, se tem envolvimento de mais pessoas e qual foi a motivação", disse a delegada que ainda garantiu a continuidade das investigações.

Os detidos são um homem de 33 anos e uma mulher de 32. A polícia também informou que, no momento da abordagem, a mulher teria resistido à prisão. O casal preferiu não dar depoimento, mas as investigações apontam que a suspeita era amiga da vítima e que inclusive, teria sido ela a responsável por comprar a moto em que Niasia saiu de casa.

"Ela nos informou que teria adquirido a moto no dia e que a vítima tinha desaparecido e depois não teve noticia da jovem. Posteriormente, nós fomos trabalhando melhor essa investigação e descobrimos que a moto estava no interior do estado, em Mantenópolis, com o irmão da investigada", contou a delegada.

* Com informações do repórter Vitor Moreno, da TV Vitória/Record TV.