Confusão no Terminal de Vila Velha deixa duas pessoas baleadas

Polícia

Confusão no Terminal de Vila Velha deixa duas pessoas baleadas

Um policial penal entrou em luta corporal com um passageiro. Testemunhas afirmam que tiro foi acidental

Foto: Leitor | Whatsapp Folha Vitória

Duas pessoas ficaram feridas por um tiro, disparado por um policial penal durante uma briga, ocorrida dentro do Terminal de Vila Velha. A confusão aconteceu na manhã desta sexta-feira (07).

De acordo com testemunhas, tudo começou quando o policial penal afirmou que teria visto dois passageiros de um ônibus fumando maconha dentro do coletivo. Eles se defenderam, dizendo que o objeto, na verdade, era uma caneta, usada para escrever nas poltronas.

O policial teria ordenado que os passageiros descessem do ônibus, mas a ordem não foi respeitada. Com isso, foi iniciada a discussão, que continuou até o desembarque no Terminal de Vila Velha.

No local, um dos passageiros teria entrado em luta corporal com o policial, que estava armado. Em um determinado momento, um tiro foi disparado, atingindo o passageiro de raspão na cabeça. O outro ferido estava na fila para embarque e não tinha envolvimento com a história.

Os baleados foram socorridos pelo Samu. O policial penal deixou o terminal em uma viatura da Polícia Militar e foi encaminhado para o DPJ de Vila Velha, onde apresentou outra versão.

Ele explicou que estava no ônibus, seguindo para Xuri, onde trabalha há 8 anos. Sempre faz esse trajeto. Quando ele estava no coletivo da linha 526, que ainda não tinha saído do terminal, uma pessoa avisou que os dois rapazes estavam no fundo do coletivo enrolando um cigarro de maconha.

O policial penal, então, foi abordá-los e um deles reagiu. Já do lado de fora do coletivo, eles entraram em luta corporal. Nesse momento, o jovem teria esbarrado no agente, que disparou acidentalmente o tiro que pegou no trabalhador. Em seguida o jovem teria levado uma coronhada.

De acordo com a polícia, o ferimento na cabeça do jovem, identificado como Daniel, é proveniente da coronhada e não por um disparo de arma de fogo. Já o trabalhador, vítima de bala perdida foi socorrido pelo Samu ainda no terminal. Ambos foram levados para um hospital da região.

As histórias não se cruzam quando se trata de um detalhe: se os amigos estavam com drogas ou não. Eles disseram que são vendedores ambulantes de doces e que na quinta-feira (06), saíram da Serra e foram para a casa de uma menina onde passaram a noite.

Na manhã desta sexta, eles estavam ido embora, quando teriam pegado uma caneta para rabiscar o coletivo. Eles negam que estavam com drogas. O policial penal diz outra coisa: que as pessoas no coletivo viram e o alertaram que os dois estavam preparando um cigarro de maconha ainda dentro do ônibus.

O agente penitenciário foi levado ao DPJ de Vila Velha para prestar depoimento. O rapaz atingido pelo coronhada foi para o hospital mas deve ser encaminhado à delegacia após receber alta. Não há informções sobre o estado de saúde do trabalhador atingido na perna.

*Com informações da repórter Nathália Munhão, da TV Vitória/Record TV