Homem usa diploma falso de Administração para conseguir registro em conselho

Polícia

Homem usa diploma falso de Administração para conseguir registro em conselho

Segundo o CRA-ES, Jovane Cabral da Costa apresentou um diploma falso em Administração pela Universidade Cruzeiro do Sul, com objetivo de obter registro no conselho

Acusação foi encaminhada ao Ministério Público Estadual Foto: Divulgação

Um falso administrador foi denunciado pelo Conselho Regional de Administração do Espírito Santo (CRA-ES) ao Ministério Público Estadual (MPES). Segundo o conselho, Jovane Cabral da Costa apresentou um diploma falso de conclusão de curso em Administração pela Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL), com objetivo de obter registro no CRA-ES. Por isso, o conselho encaminhou ao MPES uma acusação formal para apuração de falsificação documental e falsidade ideológica.

Ainda de acordo com o CRA, Jovane já foi alvo de investigação da Polícia Federal sobre fraudes em certames licitatórios, onde atuava como Pregoeiro da Prefeitura de Presidente Kennedy, no período das prisões na operação "Lee Oswald", que deflagrou uma quadrilha acusada de desviar R$ 50 milhões de dinheiro público.

Agora cabe ao Ministério Público do Espírito Santo apurar o caso e enviá-lo à Justiça, para possível instauração de uma ação penal.

Esse é o segundo caso de falsificação descoberto pelo CRA-ES neste ano. Em janeiro, Jasiel Souza Câmara, que atuava como gerente administrativo financeiro no Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, teria apresentado diploma falso, de conclusão do curso de Administração, para obter registro no conselho e ter acesso à vaga, que é privativa a profissionais devidamente habilitados e registrados.