Polícia

Comerciante é morto com mais de dez tiros dentro de loja na Serra

O suspeito foi preso em flagrante e confessou o crime aos policiais militares. Ele foi encaminhado para o Departamento de Homicídios de Proteção à Pessoa (Dhpp)

Foto: TV Vitória

Ewerton Silveira Coura, de 40 anos, foi morto com mais de dez tiros dentro de uma loja peças automotivas, no bairro Porto Dourado, na Serra. O crime aconteceu na manhã desta quarta-feira (20). Uma viatura da Polícia Militar passava pelo local, no momento do crime, e o suspeito foi preso.

Testemunhas disseram que ouviram os disparos por volta de 9h30 da manhã, logo após o suspeito entrar na loja. No momento do crime, a vítima, que era dona do estabelecimento, estava atendendo um cliente dentro da loja.

Policiais Militares passaram em uma viatura no momento do crime e perceberam a movimentação de pessoas que, assustadas, começaram a correr com medo dos tiros. Todo mundo que estava no local foi detido, até que o suspeito foi localizado portando uma arma, após ser identificado por testemunhas. 

O suspeito foi preso em flagrante e confessou o crime aos policiais militares. Ele foi encaminhado para o Departamento de Homicídios de Proteção à Pessoa (Dhpp).

Sobre a motivação do crime nós conversamos com vizinhos e amigos da vítima. Eles disseram que duas versões circulam entre as pessoas, uma seria de que a vítima teria ido a uma festa e se envolveu em uma discussão. Lá, junto com amigos, ele teria agredido uma pessoa que prometeu se vingar. Já na outra versão, uma pessoa estaria devendo a vítima, que foi cobrar-la com violência e ameaças, por isso essa pessoa teria se vingado. Apesar das hipóteses levantadas pelas testemunhas, a Polícia Civil trabalha com a hipótese de latrocínio, que é o crime de roubo seguido de morte.

Ewerton era divorciado e tinha uma filha pequena. O corpo dele foi levado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.


Pontos moeda