• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Familiares acreditam que mulher morta em Ataíde tenha sido vítima de crime passional

Polícia

Familiares acreditam que mulher morta em Ataíde tenha sido vítima de crime passional

Moradores do bairro se revoltaram com a morte da vizinha, que era considerada uma pessoa tranquila e generosa. Valdineia estava a um ano de se aposentar.

Foto: Reprodução TV Vitória

A morte da supervisora de vendas Luzvaldeia Silva Pinto, de 52 anos, comoveu moradores do bairro Ataíde, em Vila Velha, onde ela morava. A vítima foi assassinada a tiros na noite de domingo (24) dentro da casa em que mora. 

Valdeia, como era conhecida, é lembrada por amigos e familiares como uma mulher tranquila e generosa. A casa onde o crime aconteceu ficou cheia de pessoas na manhã desta segunda-feira (25).

Ela trabalhava há quase 30 anos em uma funerária e estava a um ano de se aposentar.

Segundo testemunhas, dois homens em um carro prata chegaram em frente à casa da mulher, por volta das 22h40 do último domingo (24). Eles pularam o muro da casa, subiram as escadas e a encontraram na sala, que estava com a porta aberta. Ela ainda teria perguntado aos homens quem eles eram, antes de ser baleada. 

Parentes de Valdeia acreditam que a motivação do crime seja passional. A Polícia Civil informa que até o momento nenhum suspeito foi detido. O caso seguirá sob investigação da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM), e outras informações não serão passadas, no momento, para não atrapalhar o andamento das investigações.