Homem tenta furtar fios de cobre em poste, leva choque, cai e fica ferido

Polícia

Homem tenta furtar fios de cobre em poste, leva choque, cai e fica ferido

A vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência

Foto: Divulgação / Governo

Um homem foi eletrocutado enquanto tentava furtar fios de cobre na Avenida Fernando Ferrari. De acordo com o Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes), ele subiu em um dos postes que fica em frente ao campus de Goiabeiras da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), e estava em cima dele quando se acidentou. 

Com o choque, a vítima caiu e precisou ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O homem foi encaminhado para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência.

De acordo com a prefeitura, desde o início da nova gestão a Secretaria Municipal de Segurança Urbana de Vitória tem trabalhado para coibir a prática criminosa que prejudica o funcionamento da cidade, deixando locais sem iluminação pública e com semáforos fora de sincronia. Em média, R$ 380 mil dos cofres públicos municipais são gastos, por mês, para reparar os prejuízos causados pelos roubos de fios de cobre.

Só neste, 17 pessoas foram presas pela Guarda Civil Municipal e mais de 600 kg de fios foram apreendidos.

Veja abaixo a nota oficial da Secretaria Municipal de Segurança Urbana:

A Secretaria Municipal de Segurança Urbana (Semsu) informa que tomou conhecimento de que, nesta madrugada, às 03h39, o Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes) registrou a ocorrência de um indivíduo que foi eletrocutado enquanto tentava furtar fios em frente ao campus de Goiabeiras da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). O homem tinha subido em um dos postes da Avenida Fernando Ferrari e se encontrava no topo dele quando se acidentou.

A vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência.

Desde o início da nova gestão a Semsu tem trabalhado para coibir esta prática criminosa que prejudica o funcionamento da cidade, deixando locais sem iluminação pública e com semáforos fora de sincronia.

Em média, R$ 380 mil dos cofres públicos municipais são gastos, por mês, para reparar os prejuízos causados pelos roubos de fios de cobre.

Neste ano de 2021, 17 pessoas foram presas pela Guarda Civil Municipal e mais de 600 kg de fios, apreendidos.