Preso acusado de matar a namorada com um tiro no rosto em um bar em Cariacica

Polícia

Preso acusado de matar a namorada com um tiro no rosto em um bar em Cariacica

Segundo a polícia, Romário Levi da Silva confessou o crime e disse que matou Ana Maria Laurete porque já havia proibido ela de sair para beber com amigos

Romário foi preso nesta segunda-feira e confessou o crime Foto: Divulgação

A polícia prendeu, nesta segunda-feira (09), o acusado de matar a namorada com um tiro no rosto. O crime aconteceu no dia 28 de fevereiro, quando Ana Maria Laurete, de 42 anos, tomava uma cerveja na calçada de um bar, no bairro Prolar, em Cariacica.

Segundo o titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM), delegado Adroaldo Lopes, o acusado, Romário Levi da Silva, de 37 anos, confessou o crime. Segundo o delegado, Romário disse que havia dado R$ 350 a Ana Maria para ajudar a pagar o aluguel da casa onde os dois moravam há quatro meses. 

Ainda de acordo com Adroaldo Lopes, a vítima teria gasto parte do dinheiro no bar com amigos. Romário chegou a avisar que a mataria se voltasse a vê-la bebendo com amigos.

"O motivo do crime foi ciúmes, porque ele a viu no bar cercada de homens. No dia do crime, a vítima voltou a sair com amigos e ele chegou a ir ao local para obrigá-la a ir embora. Como a vítima se recusou e duvidou que ele fosse capaz de atirar contra ela, o acusado buscou a arma e cometeu o crime", contou Adroaldo.

Segundo o delegado, Romário usou uma garrucha calibre 36 para matar a namorada. A vítima morreu na hora.

O acusado foi indiciado por homicídio duplamente qualificado, já que, de acordo com Adroaldo Lopes, o crime foi por motivo fútil e a vítima não teve possibilidade de se defender. Romário foi levado para o Centro de Triagem de Viana (CTV).