Antes de ser morta pelo marido, mulher pagou fiança para tirá-lo da cadeia no interior do Estado

Polícia

Antes de ser morta pelo marido, mulher pagou fiança para tirá-lo da cadeia no interior do Estado

Natalino Botelho, que é sargento da reserva da Polícia Militar e ex-vereador de São Gabriel da Palha, foi preso um dia antes do crime, justamente por agredir e ameaçar a vítima

Suspeito de assassinar a esposa continua foragido Foto: Reprodução

A biomédica Nádia Helena Guerra, de 56 anos, assassinada na noite desta quarta-feira (30) em São Gabriel da Palha, Norte do Estado, teria pago a fiança do marido, o sargento da reserva da Polícia Militar e ex-vereador do município, Natalino Botelho, de 65 anos. Segundo a polícia, ele é o principal suspeito de ter cometido crime e havia sido preso na terça-feira (29), justamente por ameaçar e agredir a vítima. 

Ainda segundo a polícia, a fiança foi paga na manhã do dia seguinte à prisão. A mulher foi à delegacia, conversou com o delegado e efetuou o pagamento arbitrado pela autoridade policial para que o suspeito fosse liberado. No entanto, no mesmo dia, o sargento teria assassinado a esposa e fugido, no carro da família, com o filho do casal, de 15 anos, portador da síndrome de Down.

A família contou para a produção da TV Vitória/Record que os dois eram casados há mais de 20 anos e tinham três filhos. Ainda segundo os familiares, o corpo de Nádia foi encontrado por volta das 21 horas de quarta-feira, na casa da família, por uma funcionária.

Os parentes disseram também que o suspeito pode ter premeditado o crime. Isso porque, horas antes de assassinar a vítima, ele teria passado no banco, sacado uma grande quantia de dinheiro e ainda abastecido o carro, provavelmente já pensando na fuga. De acordo com a polícia, Natalino continua foragido.

O caso está sob investigação da Delegacia de Polícia de São Gabriel da Palha, sob responsabilidade do delegado João Seidel Júnior. O corpo de Nádia está sendo velado desde as 9 horas desta quinta-feira, no Templo Maçônico de Colatina.