• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Família de Jonas Amaral pede ajuda nas buscas e revela estar prestes a considerá-lo como morto

Polícia

Família de Jonas Amaral pede ajuda nas buscas e revela estar prestes a considerá-lo como morto

Desde o dia do crime, a família do suspeito diz que não tem notícias de Jonas, que possui um mandado de prisão em aberto por tentativa de homicídio

Foto: Reprodução

Os advogados que representam a família de Jonas do Amaral Neto enviaram um comunicado à imprensa, nesta sexta-feira (15), em que dizem que se não acharem o rapaz até hoje, vão passar a trabalhar com a hipótese de que o suspeito esteja morto.

Jonas é o principal suspeito de espancar, violentar e torturar a namorada Jane Cherubim, no dia 4 de março, em Dores do Rio Preto, na região do Caparaó. Desde o dia do crime, a família do suspeito diz que não tem notícias de Jonas, que possui um mandado de prisão em aberto por tentativa de homicídio, por isso, ele é procurado pela Polícia Civil do Espírito Santo e de Minas Gerais.

"Se o Jonas do Amaral não for encontrado até hoje, sexta-feira, dia 15/03/2019, nossa conduta em lidar com o caso tomará novo rumo. Nesse novo norte, passaremos a trabalhar com a premissa de que Jonas do Amaral cujo desaparecimento sugere a possibilidade de estar morto", diz um trecho do comunicado.

Além disso, a família criticou comentários feitos em redes sociais, onde "grande parcela da população vive um falso moralismo pregando a violência, o ódio e aplicação da Lei de Talião, buscando fazer 'Justiça” com as próprias mãos".

A mãe do suspeito, Dalva Amaral, gravou um vídeo, na manhã desta sexta-feira (15), pedindo ajuda para encontrar o filho. "Faz 12 dias que eu não vejo meu filho, que eu não ouço a voz dele. Nós estamos aqui para ajudar ele a se entregar, para ele pagar pelo que ele fez, mas preciso saber onde ele está. Não sabemos se ele está vivo ou se está morto. Me ajudem a encontrar meu filho", disse a mãe do suspeito.

Veja o vídeo do apelo da mãe de Jonas: