Familiares de Jonas do Amaral fornecem material para reconhecimento de suposto corpo do filho

Polícia

Familiares de Jonas do Amaral fornecem material para reconhecimento de suposto corpo do filho

Eles reconheceram um corpo encontrado no último sábado (23) como sendo do filho, mas polícia diz que não há indícios suficientes para afirmar que cadáver seja de Jonas

Foto: TV Vitória

Os familiares de Jonas do Amaral estiveram em Vitória nesta terça-feira (26). Eles compareceram ao DML da capital para fornecer material genético para o reconhecimento de um corpo, encontrado próximo a Dores do Rio Preto, como sendo o do rapaz, acusado de agredir a vendedora Jane Cherubim.

A mãe, o pai, o irmão e um primo de Jonas estiveram no órgão. Na saída, eles preferiram manter o silêncio e deixaram apenas o advogado da família falar. "O exame tem o prazo de 30 dias úteis para ficar pronta, mas a família acredita que isso possa sair antes, para diminuir o sofrimento que eles estão tendo neste momento", disse Osmar Aarestrup, advogado de defesa.

Corpo encontrado

O corpo supostamente de Jonas do Amaral foi encontrado próximo de um cafezal na região de Forquilha do Rio, em Dores do Rio Preto, foi retirado do local por volta das 17h30 deste sábado e encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML) de Cachoeiro de Itapemirim. Para o advogado de Jonas, ele pode ter sido assassinado.

Osmar Aarestrup, não descarta a hipótese de que Jonas tenha sido capturado e morto por alguém. “Aqui na cidade todo mundo está achando muito estranho. Era pra ele ter sido encontrado há mais tempo”. O Advogado relata que uma equipe de busca havia percorrido o local há poucos dias.

“É muito estranho, porque o S.O.S Forquilha do Rio tem cinquenta membros e andaram palmo por palma por lá. Encontrar o corpo só hoje, na beiradinha de uma lavoura, em um local de fácil acesso onde todo mundo passou e não encontrou, é estranho”.

De acordo com a Polícia Civil, que foi até o local atender à ocorrência na manhã deste sábado (23), o corpo de Jonas do Amaral foi encontrado em estado avançado de decomposição.

Familiares de Jonas foram até o local e o reconheceram. Segundo relatam, ele estava com a mesma roupa que usava no dia que cometeu o crime e desapareceu. O advogado Osmar Aarestrup informou que irá aguardar a posição da polícia sobre a hipótese de que Jonas tenha sido assassinado.

De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o corpo encontrado na região de Pedra Menina, distrito de Dores do Rio Preto será encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML) de Cachoeiro de Itapemirim.