Repositor que morreu após sequestro em Aracruz saiu de casa para buscar namorada em supermercado

Polícia

Repositor que morreu após sequestro em Aracruz saiu de casa para buscar namorada em supermercado

Familiares de Vinícius estiveram no Departamento Médico Legal (DML) de Vitória para liberar o corpo do jovem

Foto: Leitor/whatsapp

O pai do repositor de supermercado Vinícius Vieira dos Santos, de 20 anos, disse que o jovem tinha saído de casa, na noite da última quarta-feira (19), para buscar a namorada no trabalho. Eles trabalhavam em um supermercado de Aracruz, ele como repositor e ela como caixa.

Vinícius morreu na madrugada desta quinta-feira (21) em um acidente de carro, após o veículo ser sequestrado em Aracruz.

Na ocasião do crime, a namorada de Vinícius estava junto com ele no veículo. O pai de Vinícius relata que acordou durante a madrugada e sentiu falta do filho, que pelo horário, já deveria estar em casa. Ele disse ainda que Vinícius buscava a namorada no trabalho todos os dias.

O relacionamento entre as vítimas começou há cerca de um ano e meio. Eles se conheceram no supermercado em que trabalhavam. Familiares de Vinícius estiveram no Departamento Médico Legal (DML) de Vitória para liberar o corpo do jovem. O velório de Vinícius acontece na capela mortuária de Aracruz, na tarde desta quinta-feira (21).

O crime

Tudo começou depois que o suspeito, identificado como Bruno Felipe de Jesus Santana, anunciou o assalto e fez o casal de refém dentro do veículo, o veículo seguiu para Fundão e, durante o caminho, teve início uma perseguição com a Polícia Militar.

Já em Fundão, o condutor perdeu o controle da direção, se chocou contra a proteção lateral do viaduto e bateu no portão de uma oficina. Com a batida, os ocupantes ficaram presos dentro do veículo e Vinícius morreu no local.