VÍDEO | Jovem morto após confusão em festa teria sido confundido com o irmão; suspeito foi preso

Polícia

VÍDEO | Jovem morto após confusão em festa teria sido confundido com o irmão; suspeito foi preso

O suspeito, de 27 anos, é apontado como líder do tráfico de drogas do bairro Boa Sorte, região vizinha ao local onde ocorreu o crime

Foto: Reprodução/TV Vitória

A polícia prendeu nesta terça-feira (26) o suspeito de assassinar um adolescente de 17 anos na porta de casa no bairro Bela Aurora, em Cariacica. Wallison Paulo dos Santo, de 27 anos, conhecido pelo apelido Catatau, é apontado como líder do tráfico de drogas do bairro Boa Sorte, região vizinha ao local onde ocorreu o crime.

De acordo com os policiais, o atirador teria confundido a vítima com o irmão dele, com quem teria uma rivalidade. O adolescente Igor Fernandes Viana, de 17 anos, morreu na porta de casa no último sábado (23). Ele estava voltando de uma festa junto com a namorada quando, por volta das 22h30, o criminoso saltou do carro e disparou conta o casal.

Assista

Veja também: Adolescente baleada após sair de festa em Bela Aurora está internada em estado grave

A namorada da vítima, também de 17 anos, foi atingida no abdômen e na boca e precisou passar por uma cirurgia de reparação dos rins e do intestino. Segundo informações passadas pela equipe médica na última segunda-feira (25), a jovem segue internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Estadual de Urgência e Emergência em estado grave

Tráfico de drogas

De acordo com as investigações, o suspeito e o irmão do adolescente assassinado disputavam o comando do tráfico de drogas do bairro Boa Sorte, em Cariacica. Agora, a polícia procura o comparsa do atirador, que estaria dirigindo o veículo e dando cobertura ao criminoso. Os policiais tentam também identificar o carro utilizado na fuga.

Informações que contribuam para a identificação de suspeitos podem ser feitas por meio do Disque-Denúncia (181) ou pelo disquedenuncia181.es.gov.br, onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas.

* Com informações da repórter Rafaela Freitas, da TV Vitória/Record TV