Garçom é esfaqueado por causa de copo de água em Vila Velha

Polícia

Garçom é esfaqueado por causa de copo de água em Vila Velha

Um garçom de 17 anos foi esfaqueado enquanto trabalhava em um restaurante, em Itapoã, Vila Velha. De acordo com a vítima, toda a confusão foi causada por um copo de água.

O adolescente conta que se não fosse rápido, a faca teria atingido o pescoço. “Um deles tentou me passar uma rasteira e o outro tentou me matar com a faca e com um garfo. Como foram tentar atingir o meu pescoço, eu desviei e eles atingiram o meu braço. Mas ele foi atrás de mim para me matar”, conta a vítima.

Segundo testemunhas, dois homens, pai e filho, estavam almoçando quando pediram ao garçom um copo de água. Como não foram prontamente atendidos, discutiram com o funcionário do restaurante. Durante a briga, um dos rapazes pegou a faca que usava para almoçar e agrediu o garçom.

O pai, o vendedor Germano Francisco Cima, de 47 anos, afirma que foi agredido primeiro. Depois da briga, o garçom saiu correndo pela rua sendo perseguido pelos dois. Nesse momento, uma viatura da patrulha da comunidade passava e prendeu a dupla.

“Eu perguntei se havia como ele me arrumar um copo d’água para tomar e ele fez de conta que não ouviu. Quando eu pedi pela segunda vez, ele pegou a água e trouxe só o vidro. Ai eu disse que também queria um copo, e ele mandou eu levantar e pegar. Quando eu levantei, disse para ele que estava pagando. Quando eu sentei ele perguntou se eu queria brigar”, afirma o vendedor.

Um dos suspeitos, Genison José Silva Cima, de 24 anos, já tem passagem na Justiça por roubo. Arrependido, ele conta que perdeu a cabeça. “Eu estou arrependido, mas não queria que meu pai estivesse aqui não. Eu estou errado, ele não”, confessa.