Dupla é presa tentando roubar materiais de festa em Cariacica

Polícia

Dupla é presa tentando roubar materiais de festa em Cariacica

Felipe Fraga e Leonardo Martins foram detidos na altura do bairro Universal, em Viana. Eles confessaram que levariam a mercadoria para Piúma, no sul do Estado

Suspeitos foram levados para a Delegacia Regional de Cariacica, onde confessaram o crime Foto: ​TV Vitória

Uma dupla foi presa, nesta terça-feira (21), tentando aplicar um golpe em uma empresa que aluga material para festas, em Cariacica. Os suspeitos chegaram a carregar um caminhão e já iam levando tudo para vender em Piúma, litoral sul do Estado. Mas foram perseguidos pelas próprias vítimas, que já tinham acionado a polícia.

Felipe Fraga, de 22 anos, e Leonardo Martins, de 33, foram detidos na altura do bairro Universal, em Viana, e levados para a Delegacia Regional de Cariacica, onde confessaram que dariam um golpe na empresa contratada. 

Eles tentavam roubar cadeiras, mesas, freezer e até toalhas brancas para festa. Segundo o dono da empresa, o prejuízo seria de cerca de R$ 8 mil. "Graças a Deus conseguimos, senão seria um prejuízo que eu não ia recuperar nunca mais. Porque nunca mais íamos achar essas cadeiras", disse aliviado. 

Os suspeitos chegaram a alugar um caminhão de frete para levar todo o material para o sul do Estado. A mercadoria foi alugada e trazida, na manhã desta terça, para uma casa no bairro Santana, em Cariacica.

O comerciante, que não quis ser identificado, abriu a empresa há um ano e meio. Ele diz que nunca imaginou passar por uma situação como essa, mas já desconfiava que uma quadrilha vinha cometendo este tipo de golpe.

"Falei com o rapaz que trabalha comigo para ficar vigiando [a empresa], enquanto eu fazia outras tarefas em Vitória. Ele me ligou e disse que o caminhão de frete tinha chegado. Eu estava alerta que havia uma quadrilha especializada em roubo de cadeiras e mesas para festas e voltei já ligando para a polícia", conta.

Um conferente disse que viu os rapazes roubando os produtos. Ele é amigo do comerciante e estava ajudando a fazer a entrega do material do dia.

"Eles saíram e retornaram uma hora e meia depois com o caminhão. Foi muito rápida a ação deles. Tiraram a camisa e foram rapidamente carregando tudo. Aí eu desconfiei e liguei para ele [o comerciante] imediatamente. Cinco minutos depois ele retornou a ligação, mandando um colega que estava mais próximo, em Cariacica. Chegamos e ficamos só observando a movimentação. Quando eles saíram, entramos em perseguição e orientando a polícia", relatou.

A polícia confirmou que os envolvidos fazem parte de uma quadrilha que está praticando esse tipo de golpe nas empresas. A mercadoria é roubada e vendida para pessoas que moram no interior do Estado.