Preso na Barra do Jucu acusado de arrombar lanchonete em Coqueiral de Itaparica

Polícia

Preso na Barra do Jucu acusado de arrombar lanchonete em Coqueiral de Itaparica

Fábio Alves Poncidônio confessou ter participado do crime. Além disso, ele é acusado de receptação, já que foi encontrado com vários objetos roubados

Fábio confessou ter arrombado a lanchonete e disse que praticava crimes para sustentar o vício em drogas Foto: TV Vitória

Um homem foi preso na Barra do Jucu, em Vila Velha, nesta quarta-feira (08), acusado de cometer diversos furtos e ser receptador de produtos roubados. De acordo com a polícia, Fábio Alves Poncidônio confessou ter participado do arrombamento de uma lanchonete em Coqueiral de Itaparica, no mesmo município, no final do mês passado.

O crime aconteceu no último dia 26 e foi registrado por câmeras de videomonitoramento do estabelecimento. Após cometer o crime, o acusado fugiu com um telefone celular, um notebook e R$ 200 em dinheiro. Em depoimento, Fábio disse que cometia os furtos para sustentar o vício em drogas. 

"Ele tinha uma série de objetos em sua casa, que eram telefones celulares, modems de internet e também um aparelho utilizado para a construção civil. Ele o adquiriu com um usuário de drogas também com esse objetivo, ou seja, comercializá-lo por um valor maior, para adquirir novas drogas, uma vez que ele é viciado em maconha e crack", destacou o delegado Érico Mangaravite, da Delegacia Patrimonial.

A Polícia Civil chegou até o suspeito a partir de denúncias anônimas. Os policiais foram à Barra do Jucu, onde ficaram em campana. Ao avistarem Fábio, realizaram a abordagem. Com o suspeito foram encontrados outros produtos furtados.

Na delegacia, Fábio não quis conversar com a imprensa. Ele foi encaminhado para o Centro de Triagem de Viana e vai responder pelos crimes de furto qualficado e receptação. A pena pode chegar até 12 anos de reclusão.