Preso por estupro em Cariacica, homem diz que era seduzido por criança de 7 anos

Polícia

Preso por estupro em Cariacica, homem diz que era seduzido por criança de 7 anos

Peterson Oliveira dos Santos, de 20 anos, confessou o crime e disse que a criança era quem queria fazer sexo. Vizinhos chegaram a atear fogo na casa do acusado

Peterson foi preso e levado para a DPCA, em Vitória Foto: TV Vitória

Um homem foi preso na manhã desta quinta-feira (30), em Cariacica, acusado de abusar de uma criança de 7 anos, que era vizinha dele. O que mais chamou a atenção da polícia foi o motivo que o acusado apresentou para justificar o crime. Peterson Oliveira dos Santos, de 20 anos, afirmou que a criança havia o seduzido e pedia para ter relações com ele.

"Ele confessa que realmente estuprou a criança e alega ter sido seduzido por ela. Ou seja, uma versão que, já de plano, se revela pouco verdadeira ou totalmente mentirosa. Porque é difícil acreditar que uma criança de 7 anos tenha seduzido alguém", disse o titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), delegado Lorenzo Pazolini.

O crime aconteceu no último domingo (26), no bairro Rio Marinho, em Cariacica. Logo após o estupro, a população se revoltou contra Peterson e chegou a atear fogo na casa do acusado. Ele fugiu e foi se abrigar na casa de uma avó, na Serra.

A polícia começou a monitorar os passos de Peterson e descobriu o endereço em que ele estava. Nesta quinta, Pazolini esteve com a avó do suspeito, que resolveu se entregar.

"Ele imediatamente empreendeu fuga e esteve em três residências diferentes, em municípios diferentes. Mas a delegacia foi atrás e felizmente, nesta manhã, conseguimos prendê-lo", ressaltou o delegado.

O acusado disse que tinha o hábito de brincar com essa criança. Ele conta que, no dia do crime, a levou para dentro de casa, tirou a roupa da criança e a estuprou. Apesar de demonstrar arrependimento, Peterson confirmou a versão de que a criança era quem queria fazer sexo.

"Foi mais por insistência dela. Ela me pedia. Agora estou envergonhado e arrependido. Não sou do mal, nunca fiz mal a ninguém", disse. O acusado foi autuado por estupro de vulnerável e encaminhado para o presídio.