Preso suspeito de assaltar mulheres na porta de escolas e faculdades da Grande Vitória

Polícia

Preso suspeito de assaltar mulheres na porta de escolas e faculdades da Grande Vitória

Leandro Rodrigues Belo foi detido em Vitória e reconhecido por sete vítimas. Segundo a polícia, ele agia em horários de grande movimentação, há cerca de quatro meses

Leandro foi preso nesta sexta-feira, no bairro Consolação, e reconhecido por sete vítimas na delegacia Foto: Reprodução

Um homem foi preso nesta sexta-feira, em Vitória, acusado de assaltar mulheres em vários pontos da região metropolitana. Leandro Rodrigues Belo, de 34 anos, foi detido no bairro Consolação e reconhecido, na delegacia, por sete vítimas.

Segundo a polícia, o suspeito agia há cerca de quatro meses, utilizando uma moto. Em alguns casos, ele agia com a ajuda de um comparsa. Leandro foi preso depois que a Polícia Militar recebeu uma série de informações sobre os crimes cometidos por ele.

Durante patrulhamento feito pela manhã de hoje, encontramos ele passando pela guarnição. Reconhecemos a placa da moto como sendo a usada para cometer os delitos e, durante a abordagem, foi encontrado com ele um celular de procedência duvidosa, que ele não soube explicar de onde veio", contou o soldado Soeiro, da Polícia Militar, que participou da ação.

Ainda de acordo com a polícia, o suspeito agia sempre do mesmo jeito, em locais de grande movimentação. "[Os assaltos] eram sempre em horários de pico: na entrada e saída de faculdades e escolas pela manhã, em horário de almoço e à noite também, em saída de faculdades e de serviços. E eram sempre mulheres", disse o policial.

Uma das vítimas que compareceram à Delegacia Regional de Vitória, para reconhecer o suspeito, disse que foi assaltada mesmo com o filho pequeno no colo. "Eu estava vindo da creche, havia buscado ele às 16 horas, e estávamos subindo para ir para casa. Ele viu que só estávamos nós dois na rua, deu a volta e parou do lado nosso lado. Depois ele mostrou que estava armado e pediu celular e dinheiro. Eu disse que não tinha e ele mandou abrir a mochila do meu filho. Ele viu o celular, falou que eu era mentirosa e levou o celular", contou.

Outra mulher assaltada pelo criminoso disse que a ação foi rápida e que chegou a ser ameaçada pelo suspeito. "Quando vi que não tinha ninguém na rua eu ia correr. Mas quando eu comecei a correr, ele gritou mandando eu parar e perguntou se eu queria perder a vida por causa de um aparelho celular. Eu entreguei o aparelho para ele e, quando ele estava indo embora, lembrou que a minha amiga estava atrás de mim. Ele desceu da moto e mandou ela passar o dela, mas como ela estava sem celular, ele montou na moto de novo e foi embora", disse.

Leandro chegou a ser preso em dezembro do ano passado, mas foi solto dias depois. Após ser ouvido na Delegacia Regional de Vitória, ele foi levado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Viana.