Preso homem apontado como um dos maiores receptadores de veículos roubados no Norte do Estado

Polícia

Preso homem apontado como um dos maiores receptadores de veículos roubados no Norte do Estado

Luciano Silva Campos, vulgo 'Farrento', 41 anos, foi localizado e detido em uma funerária comprada recentemente por ele, que fica no Centro da cidade de Pinheiros

Luciano Silva Campos, vulgo 'Farrento', foi detido em Pinheiros Foto: Divulgação/Sesp

Um dos maiores receptadores de veículos roubados no Norte do Estado foi preso na última quinta-feira (20), durante uma operação conjunta da equipe da Polícia Civil de Pinheiros com a equipe da Delegacia de Nova Venécia, sob responsabilidade do delegado Líbero Penello e colaboração da Polícia Militar.

Luciano Silva Campos, vulgo 'Farrento', 41 anos, foi localizado e detido em uma funerária comprada recentemente por ele, que fica no Centro da cidade de Pinheiros.

As investigações tiveram início no último dia 06, quando três criminosos renderam um advogado na cidade de Montanha e levaram o veículo Cros Fox da vítima. Quando foram perseguidos por policiais civis e militares, Ariel de Oliveira da Silva, 23, residente em Pinheiros, foi preso em flagrante, pois dava cobertura à ação criminosa.

Com a prisão de Ariel, policiais civis e militares de Pinheiros montaram um cerco, onde localizaram e prenderam André Lima de Oliveira, vulgo Beré, de 24 anos, comparsa de Ariel na ação criminosa e que estava de alvará de soltura a menos de 20 dias.

Os dois criminosos levaram os policiais até um canavial nas imediações da cidade e lá foi encontrado um Corolla na roubado pela quadrilha, dias antes, na cidade de São Mateus. No entanto, os criminosos revelaram aos policiais que o veículo do advogado possivelmente já deveria estar no Estado da Bahia, destino que 'Farrento' dava aos veículos encomendados por ele.

Dias após as prisões de Ariel e André, os policiais localizaram o carro do advogado abandonado em uma mata, também nas proximidades de Pinheiros.

Luciano já havia sido detido por policiais de Pinheiros no dia 24 de dezembro de 2016, quando trafegava com uma caminhonete Hilux pela cidade e não portava os documentos do veículo. Também foi abordado um veículo Pajero de propriedade de Farrento, usado por funcionários de sua funerária. Os veículos foram periciados e haviam várias irregularidades nas numerações dos chassis. Na ocasião os carros foram apreendidos e Luciano Silva pagou fiança no valor de R$ 5 mil, sendo foi liberado para responder ao processo em liberdade.

O delegado da delegacia de Nova Venécia, Líbero Penello, informou que as investigações continuam e que poderão ocorrer novas prisões. O detido foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória de São Mateus, onde ficará à disposição da Justiça.