Passageiro armado persegue criminosos e mata suspeito de assalto a motorista de aplicativo

Polícia

Passageiro armado persegue criminosos e mata suspeito de assalto a motorista de aplicativo

Toda a confusão aconteceu na madrugada de domingo (07), em Porto Belo I, Cariacica. Em Bubu, bairro vizinho, acontecia um rodeio

Foto: TV Vitória

Uma tentativa de assalto a um motorista de aplicativo resultou na morte de um dos suspeitos. Um menor de idade ficou ferido e um terceiro suspeito conseguiu fugir. Eles foram perseguidos pelo passageiro de um outro veículo, que estava armado e resolveu reagir ao perceber a abordagem dos criminosos.

Toda a confusão aconteceu na madrugada de domingo (07), em Porto Belo I, Cariacica. Em Bubu, bairro vizinho, acontecia um rodeio. Por este motivo, vários motoristas de transporte por aplicativo trabalhavam na região.

Testemunhas disseram que três suspeitos estavam tentando assaltar os motoristas. Dois deles estariam armados. Primeiro, eles abordaram um veículo, mas como o motorista disse que estava com o carro cheio, os suspeitos resolveram abordar outro. O trio deu sinal, mas o motorista não parou. Foi quando os suspeitos atiraram e atingiram o veículo. O homem que dirigia o carro perdeu controle e acabou batendo em um outro, que estava estacionado.

Os suspeitos fugiram a pé. Foi quando um dos passageiros do carro atingido pelos tiros desceu e foi até o motorista do primeiro veículo que havia sido abordado. O passageiro estava armado pediu o carro, afirmando que iria atrás dos criminosos. Foi aí que iniciou a perseguição.

Segundo a polícia, o passageiro que roubou o carro do motorista de transporte por aplicativo foi atrás dos suspeitos. Foram feitos disparos. Durante o tiroteio, um veículo que estava guardado em uma garagem foi atingido. Os tiros pegaram no capô.

A perseguição continuou. O passageiro conseguiu atirar nos suspeitos. Um deles morreu no local. O outro ficou ferido e precisou ser socorrido e encaminhado para um hospital de Vitória e está sob escolta policial. Já o terceiro fugiu.

De acordo com a Polícia Civil, uma testemunha prestou depoimento e não reconheceu o ferido, que é adolescente, como autor da tentativa de roubo, mas reconheceu o homem que foi morto como um dos criminosos. Ainda de acordo com a polícia, até o início da tarde desta segunda-feira (08), o suspeito de ter baleado o adolescente e matado um dos suspeitos do roubo não foi detido e o caso segue sob investigação.