Chefe do tráfico de Andorinhas teria comprado sítio onde foi preso para se esconder da polícia

Polícia

Chefe do tráfico de Andorinhas teria comprado sítio onde foi preso para se esconder da polícia

O suspeito teria pago, à vista, cerca de R$ 280 mil pelo sítio

Foto: Divulgação

O homem suspeito de ser um dos chefes do tráfico de drogas do bairro Andorinhas, em Vitória, foi preso pela Polícia Civil. Rhaony Hansen, de 28 anos, foi encontrado em um sítio na zona rural do município de Marechal Floriano, na região Serrana do Espírito Santo. Os investigadores acreditam que ele teria comprado o imóvel para se esconder. 

Além de Rhaony, um comparsa, que também estava no sítio, foi preso. No local, os policiais encontraram uma arma e drogas. O delegado Gabriel Monteiro, chefe da Divisão Patrimonial e responsável pela investigação, afirmou que Rhaony pode pegar até 30 anos de prisão. 

"Ele foi autuado em flagrante pelo crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico, com agravante da arma de fogo, cujo as penas ultrapassam 30 anos de prisão", explicou. 

De acordo com as investigações, Rhaony teria comprado o sítio há cerca de dois meses por R$ 280 mil. O valor, segundo a Polícia Civil, foi pago à vista. Para os investigadores, a compra do imóvel teria sido uma estratégia do suspeito para se esconder da polícia.  

Rhaony é suspeito de cometer vários ataques a policiais e a criminosos rivais no bairro Itararé, em Vitória, e em Serra Dourada, na Serra. De acordo com o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Ramalho, as forças de seguranças irão continuar as buscas por outros criminosos da região de Andorinhas. 

"Já estamos buscando outros indivíduos covardes que integram grupos criminosos não só em Vitória, mas também na Serra, em Cariacica e outras regiões do Estado. Vamos buscar pode todos eles", afirmou.

*Com informações do repórter Matheus Brum, da TV Vitória/Record TV.