Obama proibirá fornecimento de alguns equipamentos militares às polícias locais

Polícia

Obama proibirá fornecimento de alguns equipamentos militares às polícias locais

Redação Folha Vitória

Washington - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, irá proibir o fornecimento de alguns equipamentos militares aos departamentos de polícia locais e ampliar o controle sobre outras armas e equipamentos distribuídos, disse a Casa Branca, nesta segunda-feira. Este anúncio veio de surpresa, nove meses depois de protestos contra as mortes de homens negros por policiais.

Segundo a Casa Branca, o governo federal deixará de financiar e fornecer veículos resistentes a explosivos, parecidos com os tanques do exército, armas de fogo e munições de calibre superior a 50, granadas, baionetas e uniformes camuflados. O governo irá estudar também maneiras de como recuperar os equipamentos que já foram distribuídos.

Além disso, outros equipamentos terão um controle mais rígido, como os veículos protegidos contra emboscadas e escudos. A partir de outubro, a polícia terá que obter aprovação de seu conselho da cidade, prefeitura ou de algum outro órgão de governo local para o uso desses equipamentos, apresentando uma justificativa convincente do motivo da necessidade da utilização.

O anúncio veio depois que a Casa Branca sugeriu no ano passado que Obama mantivesse os programas de fornecimento de equipamentos militares para auxiliar no combate aos protestos que ocorreram na cidade de Ferguson, em Missouri.

De acordo com o grupo interinstitucional "há um risco substancial de mau uso ou de uso excessivo dos equipamentos, como veículos blindados, armas de foto de alta potências e de camuflagem, que poderiam minar a confiança da polícia".

A medida visa, principalmente, reconstruir a confiança das comunidades minoritárias com a polícia. O anúncio veio antes da visita de Obama a Camden, em Nova Jersey, uma das cidades mais pobres e violentas do país. Fonte: Associated Press