Primos de jovem morta em Divino de São Lourenço confessam ter incendiado casa de suspeito

Polícia

Primos de jovem morta em Divino de São Lourenço confessam ter incendiado casa de suspeito

Segundo a polícia, os dois parentes de Andriele Aparecida Ambrozini Lemos disseram que atearam fogo na casa de Edimar Aparecido da Silva por vingança

Casa foi incendiada na noite da última segunda-feira Foto: Divulgação

A polícia constatou que dois primos da vendedora Andriele Aparecida Ambrozini Lemos, de 18 anos, assassinada em Divino de São Lourenço, na região do Caparaó, foram os autores do incêndio à casa do lavrador Edimar Aparecido da Silva, de 26, principal suspeito do crime. O imóvel pegou fogo na noite da última segunda-feira (25).

Segundo a Polícia Civil de Guaçuí, os dois confessaram terem incendiado a residência e alegaram que fizeram isso por vingança. Eles foram ouvidos na delegacia e liberados, já que não havia flagrante contra eles. Os primos de Andriele vão responder em liberdade pelo crime de dano qualificado. A pena máxima é de três anos de prisão. 

O incêndio acabou atrapalhando o trabalho da perícia no local. A polícia, no entanto, já havia recolhido alguns objetos da casa do lavrador, como roupas com manchas de sangue, um brinco, que a família da vítima reconhece como sendo de Andriele, e um enxadão com manchas de sangue e fios de cabelo. O laudo pericial deve ficar pronto em 30 dias.

O corpo de Andriele foi encontrado na manhã do último sábado (23). Ele estava enterrado em uma cova rasa, em um cafezal desativado que fica em frente à casa onde a jovem morava com a família. As buscas foram feitas por policiais civis e militares, além de moradores da região. 

Edimar foi preso na última sexta-feira e encaminhado para o Centro de Detenção Provisória de Cachoeiro de Itapemirim, no sul do Estado. Ele negou as acusações.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações apontam que Andriele havia passado na casa do suspeito para entregar produtos de beleza que ela vendia. Ainda de acordo com informações levantadas pela investigação, os dois teriam tido um relacionamento amoroso.