Preso em Cariacica acusado de assaltar ônibus para "ostentar" nas redes sociais

Polícia

Preso em Cariacica acusado de assaltar ônibus para "ostentar" nas redes sociais

Segundo a polícia, Reuel Alessandro Vieira Ferreira, de 18 anos, confessou ter participado de cinco assaltos a coletivos e alegou que roubava para ostentar

Reuel se entregou à polícia nesta quinta-feira e foi encaminhado para o presídio Foto: TV Vitória

Um suspeito de participar de vários assaltos a coletivos em Campo Grande, Cariacica, se apresentou à polícia na tarde desta quinta-feira (19). Na semana passada a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) havia divulgado a foto de Reuel Alessandro Vieira Ferreira, de 18 anos, que era considerado foragido.

"Procuramos ele, com o mandado de prisão na mão, em vários lugares: na casa da sogra, da namorada, na casa dele. Aí hoje ele resolveu definitivamente se apresentar",  contou o delegado André Landeira.

Segundo o delegado, o suspeito confessou ter participado de cinco assaltos. Para a polícia, o rapaz disse que roubava para ostentar. "Todos esses roubos ele praticou para sustentar o modo de vida dele, a ostentação, e não pela droga", frisou Landeira.

Na delegacia, Reuel preferiu não falar com a imprensa e tentou esconder o rosto. Mas essa aparente timidez não aparece nos perfis do rapaz nas redes sociais, onde o suspeito costuma exibir roupas de marca e ostentar dinheiro e drogas.

De acordo com as investigações, um dos assaltos dos quais Reuel teria participado aconteceu no dia 14 do mês passado, em um ônibus do sistema Transcol que faz a linha 731 (Terminal de Campo Grande x Terminal Jardim América). O roubo aconteceu no momento em que o coletivo passava pelo bairro Maracanã, em Cariacica, por volta das 9 horas. 

O suspeito estava sendo procurado pela polícia Foto: Reprodução/Facebook

Segundo a polícia, o suspeito e o comparsa dele embarcaram no ônibus na Avenida Expedito Garcia, em Campo Grande. Em seguida, pularam a roleta e foram para trás do coletivo, como se fossem passageiros.

Ainda de acordo com a polícia, um dos assaltantes, que estava armado, rendeu um passageiro e colocou a arma na cabeça dele, enquanto o outro recolhia os pertences de quem estava dentro do coletivo. Cerca de 15 pessoas estavam no ônibus e todas foram rendidas. Os bandidos roubaram cerca de R$ 100, além do celular do cobrador.

"Ele apontou a arma para todo mundo. Teve uma passageira que entrou em estado de choque. Ele botou a arma na cintura dela e ela ficou nervosa, chorando e tremendo. Aí ele segurou o celular dela e ela não queria dar, mas é porque estava em estado de choque. Ele falou que ia atirar e o outro falava 'não atira não, que é pior'. Foi um tumulto", contou o motorista do ônibus, na época do crime.

O assalto foi registrado pelas câmeras de segurança do coletivo. De acordo com a polícia, Reuel é o criminoso que aparece nas imagens com uma camisa laranja.

Segundo a polícia, Reuel participou de um assalto a um ônibus da linha 731, no mês passado  Foto: Reprodução

Com a apresentação do suspeito, a polícia conseguiu identificar o comparsa dele nos assaltos a coletivos. Yuri Moura de Souza, de 20 anos, já está no presídio de Viana. Ele foi detido no último dia 4, após tentar assaltar uma loja de bicicletas em Campo Grande.

Na ocasião, o suspeito foi imobilizado pelo dono da loja e chegou a ter as mãos e os pés amarrados por testemunhas. Durante as investigações, a polícia chegou a um segundo comparsa de Reuel, que já está identificado e é procurado pela polícia.

"Aproveito para dizer para ele se apresentar logo. Porque se ele não se apresentar, nós vamos ter que pedir a prisão dele, como nós pedimos a do Reuel. O Reuel está sendo levado para o presidio porque nós tivemos que pedir a prisão preventiva dele. Porque nós o intimamos e ele não apareceu", ressaltou André Landeira.