• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Auxiliar de serviços gerais furta revólver em empresa de ônibus de Guarapari

Polícia

Auxiliar de serviços gerais furta revólver em empresa de ônibus de Guarapari

O revólver calibre 38 estaria guardado no cofre da empresa para uso dos funcionários da segurança

Carolina Brasil

Redação Folha da Cidade
O furto aconteceu na madrugada do dia 28. A arma foi recuperada.

De acordo com informações da Delegacia Patrimonial de Guarapari (Depatri), um funcionário da empresa Expresso Lorenzutti foi autuado por furto qualificado nessa segunda-feira (28).

Um auxiliar de serviços gerais da Expresso Lorenzutti, é suspeito de furtar um revólver calibre 38, que estaria guardado no cofre da empresa para uso dos funcionários da Garra Escolta Ltda, responsável pela segurança do local.

A ocorrência dá conta de que um vigilante, ao chegar para o trabalho às 6h40 dessa segunda-feira, percebeu que o cofre não estava trancado e notou a falta da arma e também de seis munições intactas, além de um par de placas de balística. O fato foi relatado ao supervisor, orientado pela polícia a fazer o boletim de ocorrência para as devidas providências.

Segundo o delegado titular da Depatri, Marcos Nery, a partir da ocorrência foram iniciadas as diligências para apurar a autoria. “Descobrimos que o autor dos fatos foi um funcionário da empresa que estava de férias e, por conhecer as instalações, aproveitou do repouso noturno para efetuar a subtração da arma. Ele conseguiu abrir portas da empresa utilizando chave mixa”, explicou o delegado acrescentando que, no momento da abordagem, o suspeito portava R$ 900,00 em dinheiro provenientes da venda do revólver.

O acusado não quis revelar a identidade do comprador alegando temer pela própria vida. “Após incursões e abordagens no Bairro Aeroporto, a arma foi abandonada e o local informado à polícia. Ele foi autuado. A arma foi recuperada e o suspeito autuado por furto qualificado”, finalizou Nery.

Atualização e esclarecimento: O nome do funcionário foi retirado dessa reportagem, a pedido da família. A medida foi tomada como forma de preservar todas as partes envolvidas.